quinta-feira, 28 de Abril de 2016 11:10h Prefeitura de Divinópolis

Prefeito cobra duplicação e viaduto para Distrito Industrial avançar

O Prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo, participou nesta quinta-feira (28/04) da apresentação da proposta de modernização e revitalização do Distrito de Industrial

O evento foi realizado pelo Governo de Minas para empresários divinopolitanos na sede da regional da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg). O prefeito cobrou e apontou a mobilidade como o principal gargalo do Distrito Industrial Jovelino Rabelo. MG-050, trevo no Icaraí e o viaduto na região do Complexo da Ferradura são os principais entraves. O vice-prefeito, Rodrigo Resende, também participou do evento.

O projeto do Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), tem como objetivo organizar a infraestrutura dos espaços em 13 cidades mineiras, aumentar a atratividade do distrito em relação ao mercado e promover a visão sistêmica do desenvolvimento e da competitividade industrial, bem como estruturar um ambiente de cooperação.

 

 

 

Nesta proposta, representantes do governo do Estado começaram neste encontro na Fiemg Regional implantar a governança local com a participação de lideranças empresariais. A participação vai estimular os empresários apontarem, através de entrevistas, os principais entraves do Distrito Industrial Jovelino Rabelo.

O prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo, destacou a institucionalização da proposta para modernização e revitalização do Distrito de Industrial. “O projeto traz um alinhamento de todas as questões desconexas de maneira profissional nos principais problemas do Distrito Industrial. Ao mesmo tempo abre espaço para institucionalizar uma articulação que sai de um arranjo político e partidário para construir uma agenda institucional de Estado, município e empresário para tentar o plano estratégico para um plano de ação”, explicou.

 

 

 

Além de reforçar a agenda institucional, o prefeito Vladimir Azevedo apontou, inicialmente, o principal gargalo do Distrito Industrial: falta de mobilidade. Para o prefeito, o espaço precisa urgente do apoio do Governo Estadual para resolver dois acessos à área industrial da cidade.

“Estamos buscando há uma década a solução para duplicação da MG-050 e o trevo do Icaraí que virou uma novela no Distrito Industrial. É uma questão mais urgente neste cenário. Outra questão para minimizar o impacto é o viaduto, que faz a ligação da região Sudeste com Nordeste. Já está tudo asfaltado e esperando R$ 800 mil para encabeçar o viaduto. São pautas agudas que estão avançadas e precisamos de um fôlego efetivo para resolver”, destacou Vladimir, lembrando que o governo municipal realizou várias obras de pavimentação no Distrito Industrial. “Quase que zeramos o déficit do Distrito Industrial. Hoje tem pouquíssimas ruas sem asfalto. Quando assumimos era um passivo enorme”, afirmou.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.