terça-feira, 7 de Junho de 2016 14:37h Plínio César

Prefeito e autoridades apresentam as ambulâncias que servirão de apoio ao SAMU

E aconteceu no fim da tarde desta terça-feira (06) a entrega das primeiras ambulâncias que darão suporte ao funcionamento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU)

POR PLÍNIO CÉSAR

gazeta@gazetaoeste.com.br

 

Para a região Centro-Oeste, serão ao todo sete ambulâncias avançadas, uma para cada um dos seguintes municípios: Divinópolis, Campo Belo, Oliveira, Nova Serrana, Itaúna, Luz e Formiga. No estado, estarão disponibilizadas 24 espalhadas em todas as regiões. José Márcio Zanarde é o diretor executivo do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Ampliada Oeste para Gerenciamento dos Serviços de Urgência e Emergência, (Cis-Urg Oeste). Ele explica como funcionará o SAMU, “nós temos agora sete unidades avançadas, tipo UTI móvel com médico, enfermeiro e condutor socorrista, sendo colocadas em pontos estratégicos da região Centro-Oeste e definida junto à secretaria de estado para que possamos dar uma reposta em, no máximo, 40 minutos da chamada pelo 192”, completa.

 

 

 

PRÓXIMOS PASSOS

A secretária Municipal de Saúde, Kênia Carvalho, explica quais os próximos passos para o funcionamento definitivo do serviço na região, “a chegada das ambulâncias foi muito aguardada, pois foi um processo difícil, e isso é mais um passo e indica que o nosso SAMU está próximo de começar de fato. Mas ainda temos um próximo passo, que é uma resolução aporte estadual de custeio, significa que as ambulâncias já chegaram, mas que ainda faltam os recursos necessários para que as mesmas sejam gerenciadas. O SAMU é custeado pelo município, estado e União, o dinheiro dos municípios já foram viabilizados, o recurso do estado ainda será aportado. Após a qualificação dos recursos do estado, o governo federal liberará as verbas para o programa”, ressalta Kênia.

 

 

 

AGUARDANDO RECURSOS DO ESTADO

Segundo a Secretária Municipal de Saúde, a demanda está na mesa da Secretária Estadual de Saúde e a mesma aguarda apenas a questão financeira ser resolvida, pois a nível regional, como a chegada das ambulâncias e o treinamento de pessoal, já está pronto.

Glaúcia Sbampato Pereira é a superintendente Regional de Saúde da região Oeste e ressalta que as fases de implantação estão sendo concluídas. “Os SAMUs do estado são gerenciados pelos consórcios, o nosso é o Cis-Urg Oeste e ele compreende os 54 municípios da região, que é a mesma região de saúde que faz parte de Divinópolis. As fases de implantação estão sendo concluídas e aqui será a central, e em cada município existem as bases descentralizadas e hoje foram repassadas as ambulâncias. Dia 15 de junho é a previsão de chegar mais 24, onde cada uma segue para os respectivos municípios da região Centro-Oeste e agora estamos aguardando o repasse de R$4,1 milhões para equipar as bases descentralizadas e a central do SAMU em Divinópolis. E também estamos aguardando a assinatura do contrato de prestação de serviços que dará início ao serviço na região”, completa Glaucia.

De acordo com a Superintendência Regional de Saúde da região Oeste, não há uma data exata de inauguração e aos acertos com relação aos recursos que ainda faltam para o funcionamento do SAMU, pois houve uma troca do Secretário Estadual de Saúde, mas haverá uma reunião nesta terça-feira (07) para se ter uma data exata de início do serviço.

 

 

PREFEITO DESTACA MELHORIA NA SAÚDE DA REGIÃO

Presente no evento, o Prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo (PSDB), afirma ser um momento importante para a saúde regional, “hoje é um dia muito importante. Nós assinamos no dia 1 de Junho a ascensão das ambulâncias por parte do governo do estado e a Central de Regulação já está pronta. O Consórcio que nós constituímos há dois anos estruturou isso tudo, onde foram capacitadas as pessoas para o trabalho, fizemos todas as oficinas. Esta é a primeira etapa, são sete ambulâncias avançadas e chegarão outras 24 pelos próximos dias. Estamos com tudo pronto para começar, só que quem que diz a palavra final é o Governo do Estado e a nossa expectativa é que, até o final de junho, possamos iniciar este serviço, que é uma nova realidade para as 54 cidades da região macro-oeste e do consórcio ao qual presido”, completa o prefeito.

 

 

192

José Márcio Zanarde, diretor executivo do Consórcio na região, explica como se dará o funcionamento das ligações pelo 192, “em Divinópolis, teremos cinco atendentes e três médicos atendendo 24 horas por dia, que irão atender as chamadas pelo telefone de toda a região. Já instalamos os telefones e estamos aguardando o final de sua instalação por parte da empresa de telefonia que contratamos. O médico que receber as ligações determinará para onde serão deslocadas as ambulâncias mais próximas onde o fato acontecer”, finaliza Zanarde

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.