quinta-feira, 10 de Dezembro de 2015 11:10h

Prefeito explica proposta de redução de comissionados

O Prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo, explicou nesta quarta-feira (09/12), em uma entrevista coletiva com todos os secretários de governo, sobre a proposta de redução dos cargos comissionados

Azevedo destacou o companheirismo de sua equipe de governo que colocaram seus cargos a disposição para fazer as adequações necessárias. Os ajustes serão realizados em duas etapas e a intenção é reduzir a estrutura dos comissionados de 20% à 30%.

O prefeito explicou aos jornalistas das dificuldades dos municípios em conseguir fechar as contas.
“A situação fiscal dos municípios brasileiros está cada vez pior e, em Divinópolis, a situação não é diferente. Por mais que a gente ache que mês que vem vai melhorar, a gente tem a arrecadação das duas principais fontes de renda chamada receita corrente [ICMS e Fundo de Participação dos Municípios] virá menor que o mesmo período do ano passado. Com isso, vemos que estamos entrando no último ano de governo, e o fechamento fiscal que nos é imposto pela lei de responsabilidade fiscal”, destacou.

Com a arrecadação em baixa, a solução apresentada é promover cortes nos cargos comissionados. 
“Qual é o meu desafio? Manter o grau de governança, com capacidade de tocar esses projetos que precisam ser terminados, com equilíbrio fiscal e financeiro de funcionamento da máquina. Então achar esse ponto de equilíbrio exige algumas medidas. Uma delas que colocamos como ordem do dia, aí o grau de companheirismo da equipe e o comprometimento com o projeto maior, os secretários no espírito de grandeza colocam os cargos a disposição, uma medida simbólica, mas com efeito muito importante para mostrar a união e a disposição para que o projeto dê certo, para que fechemos bem e que está acima dos interesses pessoais de cada um”, analisou.

Na opinião do prefeito Vladimir Azevedo, os secretários demonstraram espírito de equipe.
“Isso reflete no sentimento do espírito de equipe de todos os comissionados que acompanham a nossa estrutura, que já é uma estrutura enxuta. Vale dizer que quando assumimos a prefeitura nos tínhamos 352 cargos comissionados e hoje temos 221, já trabalhamos com 25 cargos não ocupados na estrutura atual. A gente ainda vai ter que cortar mais, não vemos outra possibilidade, com o desenho macroeconômico brasileiro e com a crise que já assolava e hoje está mais aguda nos municípios nos teremos que tomar medidas mais drásticas”, disse.
Vladimir anunciou reduções dos comissionados em duas etapas. A primeira será em 31 de dezembro e a segunda até 31 de março.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.