quarta-feira, 22 de Julho de 2015 10:47h Atualizado em 22 de Julho de 2015 às 10:50h. Mariana Gonçalves

Prefeito pressiona governo do Estado para continuação de investimentos no Hospital Público

De acordo com informações divulgadas pelo prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo, durante uma visita técnica nas futuras dependências do Hospital Público Regional, ainda faltam R$ 22 milhões para o término das obras

Este ano, o governo do Estado ainda não fez nenhum depósito referente ao convênio firmado entre município e Estado. Ainda conforme o prefeito, as obras puderam ser continuadas durante o primeiro semestre de 2015 porque havia dinheiro em caixa ainda do último depósito feito pelo governo, em dezembro de 2014.  “Agora, esse saldo finalizou e precisamos destes recursos para tocar a obra e precisamos de aporte rápido de R$ 10 milhões para prosseguir”, acrescenta Vladimir.

O prefeito destaca que as obras do Hospital é uma prioridade de seu governo.  “Estamos com 83% das obras concluídas e com o bloco cirúrgico praticamente pronto, além da parte elétrica. Nos próximos dez dias, a parte extrema será revestida. Nossa ideia é mostrar que uma grande obra que não pode parar e precisamos dos recursos para irrigar o restante da obra”, pontua Vladimir.

Representando o governo de Minas Gerais, a superintendente da Superintendência Regional de Saúde (SRS), Glaucia Sbampato, participou da visita técnica e garantiu que o Estado está empenhado para acertar os detalhes da liberação dos recursos. “O governo está vindo a nós para saber das nossas necessidades. O governador virá em Divinópolis para garantir os recursos essa obra de extrema importância para a região”, ressaltou Sbampato, sem precisar a data e o valor possivelmente liberado.

 

ATENDIMENTO

A secretária interina de Saúde, Inês Leão, disse que a cidade e região serão beneficiadas com a obra. “Estamos trabalhando com muito afinco para que nossa população seja atendida nesta unidade. A cidade e região vão agradecer no futuro muito próximo essa obra”, disse.

O Hospital Público está numa área de 55 mil metros quadrados e com apoio do governo de Minas, a Prefeitura de Divinópolis investe R$ 80 milhões na construção da unidade, que será referência para outras 54 cidades, beneficiando uma população de 1,2 milhão de habitantes. A capacidade inicial do Hospital será de 120 leitos.

 


SAMU

Paralelo à articulação entre governo e município para a conclusão das obras do Hospital Público, ocorre também a preparação dos municípios da região Centro-Oeste para a implantação efetiva do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Vladimir Azevedo reafirmou que a Prefeitura de Divinópolis destinou três espaços para a instalação do Samu, e destaca que, no momento, aguarda a decisão do Estado para que haja a definição final de onde será a instalação da unidade.

“Estamos com três imóveis esperando a decisão do Estado. Uma possibilidade é o antigo Pronto-Socorro, o Restaurante Popular é o outro e também um terreno ao lado do Hospital Público com 4 mil metros, caso queiram construir a central a regulação do Samu. Alguns técnicos do Estado julgaram que poderia ser inviável fazer no antigo Pronto-Socorro, por isso disponibilizamos essas outras opções”, afirmou.

Conforme já adiantado pela Gazeta do Oeste, o concurso para contratar os profissionais que irão atuar no Samu já foi aberto. “A expectativa nossa é que isso se desate o mais rápido possível e já estamos com tudo notificado, todas as solicitações do Estado foram atendidas pelo consórcio, que tem 54 cidades do Centro-Oeste participantes”, encerra o prefeito.

 

Crédito: Mariana Gonçalves

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.