sexta-feira, 17 de Outubro de 2014 10:03h

Prefeitura e Copasa esclarecem dúvidas sobre rio Itapecerica

O secretário municipal de Planejamento Urbano e Meio Ambiente, Willian Araújo, participou na última terça-feira (14/10) de reunião promovida pelo bispo diocesano, Dom José Carlos

encontro aconteceu na Diocese de Divinópolis, e contou com a presença do gerente operacional da Copasa, Maurício Pereira, e do gerente do distrito do Alto Pará da Copasa, Ronaldo Augusto Lírio Gonçalves Dias.

O encontro com os técnicos da Copasa e da Prefeitura foi agendado na reunião anterior, ocorrida no dia 7, com o objetivo de esclarecer dúvidas e questionamentos gerados nesta última reunião. Assim como nas reuniões anteriores, foram convidados líderes sindicais, representantes da educação, imprensa e população. “Essa reunião foi uma continuação da anterior, da qual o prefeito Vladimir Azevedo participou. E como ficaram dúvidas de ordem técnica, voltadas tanto para a prefeitura quanto para a Copasa, em relação ao rio e questões ambientais, foi agendada uma nova reunião, e tiramos essas dúvidas, sobre a situação do rio e o que a Copasa tem feito hoje com relação ao tratamento de esgoto”, ressaltou o secretário.

Após a abertura, pelo bispo Dom José Carlos, os técnicos fizeram algumas considerações e em seguida foi aberto espaço para perguntas. Os questionamentos foram, principalmente, a respeito do tratamento de esgoto, retirada dos aguapés e revitalização do rio Itapecerica. “A conversa continuou na linha da reunião anterior. As perguntas foram voltadas para a Copasa, sobre tratamento de esgoto, prazos e cronogramas junto à prefeitura, os investimentos da Copasa no município. Com relação à prefeitura, as perguntas se referiam aos projetos, o que a prefeitura tem feito para recuperação do rio, o trabalho de retirada dos aguapés, a situação do rio e como será sua manutenção para o próximo ano, o preventivo para que não ocorra da forma como aconteceu. E ficou acertada para uma próxima reunião a continuação desses projetos, formando grupos de trabalho para áreas específicas”, contou Willian.

Na oportunidade, o secretário municipal de Planejamento Urbano e Meio Ambiente expôs alguns projetos já em andamento pela prefeitura. “A prefeitura, em relação ao Itapecerica, hoje tem dois projetos em andamento. De recuperação do rio, já está sendo feito, que é a concessão do tratamento de esgoto pela Copasa, esse tratamento é biológico e químico. O segundo projeto é de recuperação física do rio, com a contratação, pela Usina de Projetos, de uma empresa de engenharia de estudos hidrológicos, que está fazendo o estudo para concepção dos projetos executivos que definirão qual a real situação do rio, onde a prefeitura terá que intervir com obras para evitar problemas como enchentes, períodos de escassez de água como agora, questões de desassoreamento, construções de barragens. São dois projetos separados, um físico, feito pela empresa de engenharia, e outro que é o tratamento biológico, que a Copasa já tem feito. Um complementa o outro. São grandes projetos que o município está fazendo, que irão de forma definitiva salvar o rio Itapecerica”, ressaltou o secretário.

Sobre a retirada dos aguapés, Willian reafirmou o compromisso da retirada dos mesmos. “A prefeitura está com duas frentes de trabalho, uma é a balsa, que está trabalhando efetivamente. A outra é a equipe técnica da prefeitura que está com a mão de obra específica e uma retroescavadeira. É um trabalho lento, pois a massa de aguapés é brutal, muito grande. Nós estamos trabalhando com a ideia de que, com essas duas frentes de trabalho, que vão limpar o rio, tanto é que hoje nós já conseguimos ver filetes de água, o que antes não víamos. O período de chuva que está por vir irá complementar o trabalho de limpeza, pois com o aumento natural do volume da água esse restante de aguapé naturalmente será escoado”, finalizou o secretário.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.