quinta-feira, 28 de Janeiro de 2016 08:48h Mariana Gonçalves

Prefeitura utiliza material de baixa qualidade e buracos voltam a aparecer pela cidade

Essa semana, a chuva deu uma trégua, mas deixou evidenciado por toda cidade um problema que não é nada novo, os buracos

São vários os bairros de Divinópolis que apresentam no asfalto uma serie de crateras, pelas redes sociais, a população chegou a ironizar o problema, postando fotos das crateras e dizendo que, principalmente os motoristas, não estão tendo muita opção de escolha, por isso, o jeito é cair naqueles buracos que estejam mais ‘leves’, sem muito risco de danificar o veículo.
Nossa equipe de reportagem recebeu a reclamação de alguns moradores da cidade do Divino, revoltados com o serviço de tapa-buracos executado pela Prefeitura de Divinópolis. Para tapar os buracos, foram despejados neles uma mistura de areia e brita fina (isso em alguns, porque em outros, jogaram apenas terra, o que, claro, não adiantou), e com o elevado fluxo de veículos na cidade, onde a operação foi realizada já está novamente carecendo de outro reparo, pois os buracos voltaram com ‘força total’.
Nossa equipe de reportagem percorreu alguns trechos da cidade, como o Porto Velho, Niterói, Centro, Bom Pastor, Serra Verde e Interlagos, nestes locais, a quantidade de buracos nas vias é algo que chama a atenção, devido ser uma cratera maior que a outra.

 


O motociclista, Juliano Batista, estava parado em um borracheiro no bairro Niterói, segundo contou à nossa equipe, após passar com o pneu da moto em um buraco, teve problemas na moto. “Sorte a minha que cai no buraco quase perto aqui do borracheiro, o pneu já era, esse é o segundo em menos de três meses”, disse.
Aproveitamos também para conversar com o borracheiro, Emerson Lopes, que estava trocando o pneu da moto de Juliano. Emerson comenta que problemas envolvendo buracos são frequentes, a grande maioria de seus clientes, ao chegar à borracharia, sempre relata as mesmas situações. “Todo dia tem alguém aqui para trocar pneu furado porque caiu no buraco. Época de chuva então, isso é o que mais acontece!” completa.

 

 


PALIATIVO

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura, num primeiro momento, a operação tapa-buraco realizou um serviço paliativo ns ruas da cidade. A Prefeitura alegou ainda que a ação foi necessária devido ao período chuvoso. Mas que agora, começou essa semana o serviço de tapa-buraco com a massa quente.
Em nota, a Prefeitura disse que o serviço estava previsto para começar na terça-feira (26), mas sofreram atraso em consequência das usinas fornecedoras terem voltado de férias ontem.
A operação Tapa-Buracos teve inicio pela Avenida JK, passando pela 1º de Junho e Rua Goiás. Depois, será executado pela Avenida 7 de setembro, passando pela Antônio Olímpio, e assim, seguindo cronograma.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.