sábado, 11 de Junho de 2016 11:07h Mariana Gonçalves

Preparativos para o sexto “Arraiá da Dona Geralda” segue a todo vapor

A sexta edição do Arraiá da Dona Geralda está marcada para o dia 16 de julho, a partir das 17h, na Rua Guaporé – entre Minas Gerais e São Paulo

POR MARIANA GONÇALVES

mariana.goncalves@gazetaoeste.com.br

 

Falta ainda um mês para a festança, mas os preparativos começaram em meados de março, a equipe da Associação de Combate ao Câncer do Centro-Oeste de Minas (ACCCOM), Dona Geralda e a população da comunidade onde ela reside, mais uma vez, estão mobilizados em prol de uma causa bastante nobre, ajudar as pessoas que enfrentam o câncer. Como já é do conhecimento de boa parte dos divinopolitanos, toda a renda obtida no Arraiá é destinada para a associação de combate ao câncer.

A coordenadora do Voluntariado da ACCCOM, Bernadete Campolina, destaca que estão sendo realizadas reuniões com todos os envolvidos neste evento, a intenção é fazer com que, cada ano, a festa cresça ainda mais, e claro, tenha ainda mais qualidade para oferecer ao público presente.

 

 

 

Por se tratar de uma festa beneficente, Bernadete conta que, a cada ano, a organização tenta correr atrás de patrocínio, para que os custos empenhados no evento não sejam maiores do que o lucro almejado. Existe uma padronização das barraquinhas que comercializam alimentos na festa, essa, segundo Bernadete, é uma das demandas que o grupo de voluntariado busca conseguir por meio da caridade dos divinopolitanos. “Estamos procurando por patrocinadores para estas tendas, é um valor simbólico a ser investido, então, quem quiser contribuir, pode entrar em contato conosco na ACCCOM”, frisa a coordenadora do voluntariado.

São divididas equipes para cada setor da festa - alimentação, planejamento estratégico, financeiro, divulgação de mídias, dentre outros. O setor de voluntariado tenta coordenar e ajudar todos estes grupos que compõem o evento, Bernadete salienta que, este ano, em consequência da crise financeira, tem sido complicado para os grupos conseguirem alguns dos itens usados no preparo dos alimentos, por isso, novamente, ela pede a contribuição dos cidadãos. “Os grupos correm atrás, por exemplo, o pessoal que faz o tropeiro corre atrás do feijão, da farinha, dos complementos, enfim, cada grupo tenta ao máximo conseguir os ingredientes do alimento que eles vão servir lá no dia. Mas quando eles não conseguem, aí eu tento conseguir, por exemplo, esse ano, por causa da crise, a carne, o bacon e a calabresa estão mais caras, então, quem puder nos ajudar doando estes alimentos, essa ajuda será bem vinda e muito significativa”, afirma Bernadete.

 

 

 

SOLIDARIEDADE

 

Após descobrir um câncer na laringe, em decorrência do vício do tabaco, Dona Geralda iniciou seu tratamento na ACCCOM. Foram vários meses de intensos cuidados para que a doença pudesse, de fato, ser vencida. Como forma de agradecimento ao trabalho desempenhado pela associação e seus colaboradores, Geralda e alguns vizinhos uniram-se para realizar uma festa junina na rua. No entanto, o evento reuniu um público que surpreendeu a todos da organização, desde então, a festa vem crescendo e, neste ano, já conquista a sua quinta edição. Em entrevista já publicada pelo jornal Gazeta do Oeste, Dona Geralda falou sobre sua ligação com a associação de combate ao câncer. “Para mim, foi uma surpresa esse sucesso todo da festa. De início, eu planejei fazer um bolo que pudesse ser oferecido aos funcionários da ACCCOM, mas, como são muitas pessoas, teríamos que fazer um bolo 'gigante', então minha filha e meus vizinhos deram a ideia de fazer uma festa na rua. E eu fico impressionada com o fato de toda a minha vizinhança ter abraçado a ideia, eles me ajudam muito”, diz Geralda.

Ao falar da Associação, Dona Geralda se emociona bastante e afirma que ela fez uma segunda família. “Tive um carinho muito grande por parte de toda a equipe da ACCCOM, e isso foi muito importante, me ajudou no tratamento. É um grande apoio. Convido toda a população de Divinópolis e região para participar aqui conosco dessa festa, uma festa solidária, de amor.”

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.