quinta-feira, 17 de Março de 2016 09:47h Atualizado em 17 de Março de 2016 às 09:58h. Mariana Gonçalves

Presidente do Sindicato Rural fala sobre preparativos para a Divinaexpo

A Divinaexpo de 2016 está chegando recheada de novidades, os apaixonados por rodeio e pela festa como um todo com certeza irão se surpreender

O Parque de Exposições está de cara nova, conforme o jornal Gazeta do Oeste vem mostrando em suas últimas edições, a antiga arena foi aterrada. “Fizemos uma remodelação da área de circulação das pessoas dentro do parque. A antiga arena foi nivelada e agora será asfaltada, temos também a construção de banheiros, que vai ficar nesse novo espaço e temos também a construção de mais banheiros, próximo de onde está a atual arena, teremos mais de cem novos banheiros para atender o público feminino e masculino”, contou o presidente do Sindicato Rural, Irajá Nogueira.

 

 


No ano passado, parte do público reclamou do fato de só ter um lado da arena com estrutura de arquibancada, no entanto, Irajá explica que existe uma normativa de segurança, cobrada inclusive pelo Corpo de Bombeiros durante a vistoria, a qual proíbe que o público transite em baixo das estruturas, portanto, esse ano também haverá somente um lado de arquibancada montada. “Para o acesso da arena, as pessoas não teriam como passar se não fossem embaixo das estruturas, e por questões de segurança, retiramos aquela frente de arquibancadas, deixando só na lateral. Isso significa ainda mais segurança, além de, quem estiver na praça de alimentação, poderá também ter uma melhor visibilidade do show, e a comodidade de sair da arena quando as atrações terminarem”, afirma.

 

 


De acordo com o presidente do Sindicato Rural, a estrutura de arquibancada que será montada no parque irá comportar em torno de cinco pessoas. “Infelizmente, a gente não tem mais base de chão para colocar outras arquibancadas, hoje, o Parque de Exposições não tem mais condições para um volume maior de arquibancadas”, destacou Irajá, dizendo ainda que os projetos de ampliação da área do parque é algo que já vem sendo estudado. “Nu futuro, que acredito ser daqui dez anos, o parque precisa adquirir uma área de uns cinquenta hectares de terra, que dá uns quinhentos mil metros de área, para conseguir comportar o volume, que só vem crescendo. Consideramos ser um desafio muito grande esse, nem pela área, mas pela localização, pelos acessos, que precisam de pistas duplicadas, então é um desafio que já está sendo pensado”, completa.

 

 

FILANTROPIA

Neste ano, toda a renda da Queima do Alho, que será realizada no sábado, 04/06, a partir das 12h, será revertida para o Instituto Helena Antipoff.
Pela primeira vez, a instituição será apadrinhada por uma atração da festa. Os cantores Pedro Paulo e Alex serão os padrinhos do instituto. Para Michele Cristina de Paula, do setor de comunicação do Helena Antipoff, a ação é extremamente importante. “Sabemos que os artistas têm um alcance mais fácil entre as pessoas e conseguem transmitir emoção. Eles também trazem alegria para as crianças e momentos de descontração, que amenizam a dor e o sofrimento. É uma honra poder contar com a classe artística apoiando o nosso projeto”.

 

 

O Instituto atende cerca de 400 pessoas com deficiência múltipla e intelectual. A casa também acolhe alguns adultos. São 80 funcionários mais os voluntários que realizam os atendimentos. “Hoje, 80% da renda do instituto são de doações. Ações como essa mostram o nosso trabalho para as pessoas que ainda não conhecem e incentivam novos apoiadores. Nós transformamos as doações em qualidade de vida para milhares de pessoas todos os anos”, conta Michele Cristina

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.