quinta-feira, 30 de Julho de 2015 10:20h Atualizado em 30 de Julho de 2015 às 10:23h. Mariana Gonçalves

Processo licitatório referente à construção do centro de esportes no Icaraí segue em andamento

A expectativa é que dentro de no máximo mais dois meses seja publicado no Diário Oficial dos Municípios Mineiros o nome da empresa responsável pela execução da obra do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE)

A expectativa é que dentro de no máximo mais dois meses seja publicado no Diário Oficial dos Municípios Mineiros o nome da empresa responsável pela execução da obra do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), localizado no bairro Icaraí. Segundo informações do vice-prefeito de Divinópolis e também superintendente da Usina de Projetos, Rodrigo Resende, a licitação para execução da obra ainda segue em andamento, sendo que as empresas interessadas estão apresentando suas propostas. Ainda conforme Rodrigo, os envelopes com as propostas foram abertos na última sexta-feira (24) e agora estão sendo analisados.

O CIE é um espaço multiuso voltado para identificação de talentos e formação de atletas, ampliação da oferta de instalações esportivas públicas com requisitos oficiais, incentivo à prática esportiva em territórios de alta vulnerabilidade social e estímulo ao desenvolvimento da base do esporte de alto rendimento nacional. O investimento total está orçado em R$ 3,6 milhões e trata-se de um recurso conseguido pelo prefeito, Vladimir Azevedo, junto ao Ministério dos Esportes. Coube à Prefeitura oferecer o terreno de 11 mil m², o qual está localizado na Rua Liberdade, entre Itararé e Vera Cruz.

Em matéria publicada pela Gazeta do Oeste no dia 24 de fevereiro do ano passado, o prefeito destacou que a previsão de inauguração do centro seria ainda no decorrer daquele ano, entretanto isso não ocorreu. A obra já vem sendo anunciada há bastante tempo.

 

ESTRUTURA

Será construído no município o CIE modelo tipo III - 7000 m², que abrange toda a estrutura de atletismo, ginásio poliesportivo com arquibancada para 177 lugares e área de apoio (administração, sala de professores/técnicos, vestiários, chuveiros, enfermaria, copa, depósito, academia, sanitário público). A estrutura comporta 13 modalidades olímpicas (atletismo, basquete, boxe, handebol, judô, lutas, tênis de mesa, taekwondo, vôlei, esgrima, ginástica rítmica, badminton e levantamento de peso), seis paraolímpicas (esgrima de cadeira de rodas, judô, halterofilismo, tênis de mesa, vôlei sentado e goalball) e uma não-olímpica (futsal). A área de atletismo contempla as atividades de salto em altura, raia de atletismo de 110 m, salto em distância/salto triplo e arremesso de peso.
A obra beneficiará uma população de 45 mil pessoas da região Nordeste, abrangendo 31 bairros. Entre as exigências apresentadas pelo Ministério dos Esportes, na oportunidade da assinatura do convênio, está a acessibilidade de pessoas com deficiência por meio do transporte público, condição atendida pela Prefeitura com excelência, pois mais de 90% da frota de ônibus já está adaptada.

 

PLANALTO

O bairro Planalto está previsto para receber o Complexo Esportivo da Região Oeste, que já tem garantido o recurso de R$ 1 milhão, proveniente de emenda do deputado federal Domingos Sávio. De acordo com o vice-prefeito, está sendo aguardada a liberação do Ministério das Cidades para que a obra seja iniciada. A empresa vencedora da licitação é da cidade de Bom Despacho.


Crédito: Mariana Gonçalves

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.