quarta-feira, 10 de Agosto de 2016 14:31h Atualizado em 10 de Agosto de 2016 às 14:34h. Mariana Gonçalves

Produtos de LED podem gerar economia de mais de 50% na conta de energia

POR MARIANA GONÇALVES

mariana.goncalves@gazetaoeste.com.br

 

Esse tipo de iluminação pode ser útil tanto dentro de casas, como em projetos corporativos e demais formas de iluminação pública. Light Emitting Diode (LED), traduzida literalmente significa Diodo que emite luz, e é dessa forma que as lâmpadas de LED funcionam. Embora já existam há algum tempo, nem todos sabem como utilizá-las ou conhecem todas as suas vantagens. O proprietário de uma loja especializada em produtos de LED em Divinópolis, Hiago Xavier de Almeida, destaca em primeiro lugar a economia que os consumidores podem, inclusive, sentir no bolso com o uso deste tipo de iluminação. “De um tempo para cá, o preço da energia subiu bastante. O LED consome bem menos energia que as lâmpadas incandescentes, florescentes e alógenas, então, até quem utilizava estes outros modelos de lâmpadas estão trocando, e estão tendo uma economia fantástica no consumo de energia” afirma.

Esse tipo de lâmpada pode gerar uma economia entre 75% e 95% na conta de luz de qualquer casa, empresa e até mesmo aos órgãos públicos. Outra grande qualidade desse tipo de lâmpadas é o fato de que elas podem ser encontradas em diferentes tamanhos, ou seja, podem ser grandes ou então bem reduzidas, proporcionando assim, a iluminação desde ambientes grandes, como espaços públicos, até ambientes pequenos, como o fundo de um armário, por exemplo. “Para quem gosta de modernidade, quem mora em apartamento ou casa com gesso rebaixado, trabalhamos com o painel de embutir, ele fica rente ao gesso, temos ele tanto quadrado quanto redondo. Para quem tem jardim ou piscina, temos refletores e lâmpadas coloridas para poder decorar, de acordo com o que a pessoa gosta”, acrescenta Hiago, chamando ainda a atenção para as peças sustentáveis.
“Temos também refletores solar, balizadores solar, carregam com energia solar e à noite acedem sozinhos”, completa.

 

QUANTO CUSTA?

 

Por ter uma vida útil longa, podendo durar até 10 anos, dessa forma, pode-se afirmar que as lâmpadas LED são um investimento que se paga em médio prazo. “As lâmpadas comuns de LED são baratas, varia entre R$12, R$14, R$16, dependendo do tamanho da lâmpada. Mas quando a pessoa tem uma empresa grande e utiliza muitas lâmpadas, dependendo da que ela usava antes, às vezes essa troca precisará de mais investimentos, entretanto, ao longo do tempo, ela vai conseguir todo esse dinheiro novamente, com a economia da energia que ela vai fazer”, encerra Hiago.

 

FIQUE POR DENTRO

 

Com relação à tensão e voltagem, existem basicamente quatro opções: a lâmpada de 12 volts, a lâmpada de 110 volts, a lâmpada de 220 volts e a lâmpada bivolt.
Para as novas instalações, a melhor opção é utilizar a lâmpada bivolt, pois esse tipo de lâmpada funciona basicamente em todas as localidades do Brasil.
É possível ainda escolher a lâmpada de acordo com a rede elétrica de sua região. Para isso, é necessário que a lâmpada tenha a mesma tensão da rede, ou seja, você deve observar se é 110 ou 220 volts.

É muito comum pessoas realizarem obras com gesso em sua casa e até mesmo nos projetos empresariais – as chamadas sancas, que geralmente possuem tensão de 12
volts. Nesse caso, deve-se optar por utilizar as lâmpadas nesta mesma voltagem, mas é necessário cuidado, pois os transformadores de 12 volts nem sempre funcionam corretamente com lâmpadas de LED, devido ao seu baixo consumo de energia, nesse caso, pode haver necessidade de trocar o transformador.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.