sexta-feira, 29 de Maio de 2015 11:15h Atualizado em 29 de Maio de 2015 às 13:11h. Bruna Costa

Programa Miniempresa promove empreendedorismo em jovens de Divinópolis

O programa Miniempresa da Junior Achievement Brasil, em parceria com a Gerdau, incentiva o empreendedorismo em alunos do 2° ano do ensino médio da Escola Estadual Dona Antônia Valadares

Em 15 semanas esses alunos desenvolvem todas as fases de uma empresa: criação, produção/vendas e fechamento. Esse ano o produto escolhido foi almofadas no formato dos emoticons, presentes nas redes sociais e no universo jovem. É o oitavo ano que o programa é realizado em Divinópolis e nesta edição conta com 20 alunos.
Nas cinco primeiras semanas do projeto, os alunos realizam todo o planejamento da empresa. Escolhe o presidente e os diretores de administração, produção, marketing e venda, recursos humanos e financeiro. Realizam uma pesquisa de mercado, definem o produto e traçam as estratégias de venda e produção. Para gerarem o capital da empresa, eles vendem ações no mercado, o que possibilita o planejamento financeiro. A partir da sexta semana, eles iniciam a etapa de produção e venda, gerando fluxo de caixa. Os alunos caminham para a nona jornada na semana que vem. “Esse momento é um momento muito rico, porque eles vão aprender como gerir o próprio negocio com olhar de dono, de proprietário, empreendedor”, observa a gerente geral da Junior Achievement, Catarina Lutero.
Para que o programa se realize, os alunos não ficam sozinhos nessa empreitada. Representantes da Junior apresentam o projeto e, após as inscrições dos alunos, os encontros semanais começam. Os encontros ocorrem toda terça-feira à noite com duração de 3h30 na própria escola, sob a orientação de voluntários da Gerdau que atuam como consultores e conselheiros dos jovens. “Eles são responsáveis por transmitir o conhecimento técnico e prático em economia e negócios e por repassar orientações profissionais aos participantes. Os colaboradores também preparam e direcionam os líderes de cada grupo, para que cada jovem desenvolva de forma correta o seu papel dentro da empresa”, explica o gerente executivo da Gerdau em Divinópolis, André Guimarães.
Segundo André, a Miniempresa é uma forma dos alunos utilizarem na prática os conceitos sobre livre iniciativa, mercado, comercialização e produção através do método “aprender fazendo”. Isso é refletido durante todo o processo de criação da miniempresa. Os alunos criaram a Almofadas Tia Antônia, antenados às tendências atuais, os jovens decidiram produzir almofadas nos formatos dos emoticons. “Escolhemos cinco carinhas do WhatsApp e as fabricamos, vendemos na escola, criamos uma página no Facebook e no Instagram para divulgar e recebermos encomendas”, comenta o estudante do 2° ano e diretor de finanças da miniempresa, André Luis Meireles Prata.
Serão realizadas ações de vendas externas – sendo que a primeira foi uma feira que ocorreu no Cecon, na quarta (27) – e serão realizadas outras duas na Gerdau e no Senac. “A feira é um momento pontual. É uma ação de marketing em que eles expõem e vendem o produto”, comenta o analista de projetos da Junior Achievement, Tiago Ferreira Lins. Na décima quinta semana ocorre o fechamento da empresa, em que os alunos apresentarão os relatórios de cada área da empresa e o balanço. No dia 7 de julho serão entregues os certificados aos alunos e voluntários que participaram do programa na escola.

 

Crédito: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.