sábado, 15 de Fevereiro de 2020 12:23h Portal G37

Projeto piloto para promoção da saúde mental do servidor de Divinópolis deverá ser iniciado em março.

Sintram levou preocupação a administração municipal no final do ano passado.

Uma boa notícia para os servidores municipais de Divinópolis é que um projeto dedicado à promoção e preservação da saúde mental do funcionalismo será iniciado no município a partir de março. A iniciativa é fruto da ação da diretoria do Sintram, que no final do ano passado, devido a relatos de casos de suicido no serviço municipal, bem como o alto número de licenças médicas, muitas delas ligadas a problemas psíquicos, levou a discussão à Prefeitura de Divinópolis abordando a necessidade de implementação de ações para promoção da saúde mental dos trabalhadores e preservação da vida.

Ontem (13) foi realizado, na sede do Sintram, mais um encontro com objetivo de dar seguimento à discussão com representantes da Secretaria Municipal de Educação – Semed, Secretaria Municipal de Saúde – Semusa e o Centro de Referência em Saúde e Segurança do Trabalhador (Cresst).  Como resultado do encontro, foi acertado um projeto piloto, que será iniciado em uma unidade de saúde da Secretaria Municipal de Saúde e posteriormente em um setor/escola da Secretaria Municipal de Educação. A ideia é trabalhar em conjunto o Cresst e as respectivas secretarias, na promoção de uma oficina de identificação das demandas com o foco na melhoria e valorização do servidor no ambiente de trabalho e a valorização da vida.

PROGRAMAÇÃO

Foi deliberado pelo grupo que a primeira oficina com a atenção primária e o Recursos Humanos da Semusa será no Serviço de Atendimento Especializado – SAE.  A ideia é que a oficina seja realizada na segunda semana de março.  No encontro, os profissionais do Cresst, juntamente com os representantes da Semusa,  irão levantar as demandas e o que será preciso para trabalhar com os servidores nesta pauta de valorização da vida. “Esse projeto dando frutos, iremos ampliar para as outras unidades”, explicou uma das integrantes do grupo.  Ainda será discutido quais profissionais o Cresst irá envolver na promoção das oficinas, mas, a princípio, a ideia é  que estejam presentes psicólogos, enfermeiros do trabalho, coordenação do Cresst, a equipe de segurança do trabalho e se necessário a presença do médico do trabalho.

SEMED

Também ficou definido que a Secretaria Municipal de Educação, que é a secretaria que tem mais índice de afastamento por licença médica, irá analisar qual unidade necessita dessa intervenção, para que o projeto possa ser desenvolvido. O levantamento da Semed deverá ser apresentado na próxima reunião do grupo que ficou agendada para o dia 18 de março, às 14h, na sede do Sintram.

SINTRAM

O vice-presidente do Sintram, Wellington Silva, avaliou que o trabalho das secretarias e Cresst  está caminhando de forma muito positiva. “Como diretor do sindicato, representante da diretoria nesta empreitada, fico muito satisfeito porque uma demanda que o Sintram levou no ano passado agora estamos percebendo que está sendo dado encaminhamento. Hoje, a reunião foi muito produtiva, foi encaminhado que os profissionais do Cresst, juntamente com os profissionais da Semusa irão desenvolver um projeto piloto, onde esse projeto vai trabalhar tanto a promoção como a recuperação da saúde do trabalhador”, destacou.

BEM ESTAR

O vice-presidente destacou ainda que tem certeza que o  projeto irá ajudar muito o servidor público municipal de Divinópolis.  “O sindicato antes de tudo preocupa muito com o bem estar do trabalhador. O trabalhador tem que estar saudável para estar desenvolvendo suas atividades e estar feliz. Então essa é a preocupação da diretoria. Neste sentido, estamos empenhados e dando todo o apoio e suporte para esse projeto. Já colocamos à disposição o auditório do sindicato para reuniões para que os profissionais possam reunir aqui. A próxima reunião já está agendada, onde a equipe técnica estará discutindo o projeto”, destacou.

Os representantes do grupo de trabalho também destacam que esperam que o projeto melhore as relações de um funcionário com o outro, que os funcionários se sintam bem acolhidos. “É isso que nós queremos que o profissional se sinta acolhido, que ele saiba que quando ele precisar ele tem um porto seguro”, finalizaram.

Além do vice-presidente participaram da reunião: Inara Aparecida Faria Tavares e Fernanda Guimarães dos Santos, representantes do Cresst; Maria de Cássia Silveira Sousa representante da Secretaria  Municipal de Educação de Divinópolis; Vianey Carvalho Silva e Inês Alcione Guimarães representantes da Secretaria Municipal de Saúde.


 

 

 

Fonte -Comunicação Sintram

© 2009-2020. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.