quinta-feira, 29 de Agosto de 2013 06:25h Daniel Michelini

Projeto prevê reformas na unidade de saúde do bairro Itaí

Solicitação foi feita pelo vereador Edimilson Andrade (PT). No local, rachaduras e infiltrações podem ser vistas e moradores se mostram favoráveis à manutenção.

Os postos de saúde da cidade são intensamente procurados por moradores de diversas regiões da cidade. Vacinações, consultas e medicamentos são requeridos nestes locais. Contudo, boa estrutura das unidades é o mínimo que a população deve pedir e insistir às autoridades. Pensando nisso, o vereador Edimilson Andrade (PT) divulgou, através de sua página em rede social, o projeto de restauração do posto de saúde do bairro Itaí, situado próximo à região do Hospital São João de Deus.

 


De acordo com a postagem, o parlamentar enviou uma indicação onde solicita reforma do Posto de Saúde. Durante a visita, Edimilson pôde constatar algumas falhas na estrutura, como muros e pisos oferecendo riscos à quem utiliza a unidade de saúde para atendimento urgente: “O mesmo apresenta rachaduras nas paredes e pisos, infiltrações e presença de lodo em vários pontos, além dos desgastes eventuais causados pelo tempo”, postou o vereador.

 


No local, a equipe de reportagem registrou os problemas citados pelo parlamentar. Algumas infiltrações podem ser vistas mesmo sem entrar no local. De acordo com Maria do Rosário Lopes, moradora do bairro e freqüentadora da unidade, caso aconteçam os reparos solicitados pelo vereador, os usuários do Posto de Saúde ficarão satisfeitos: “O imóvel já é antigo e muitas pessoas consultam aqui durante a semana. A demanda só não é maior, pois o Hospital São João de Deus é consideravelmente próximo daqui. A reforma não é urgente, mas se for realizada mesmo, será bem vinda”, destacou.

 


Ela elogia ainda o trabalho dos funcionários da unidade, dizendo ainda que os mais beneficiados por uma possível obra serão eles: “Para os trabalhadores, acredito que será mais benéfica, pois eles trabalham aqui diariamente. É um local importante para o bairro e para os moradores. O atendimento é muito bom, o espaço é grande e os funcionários nos recebem muito bem”.

 


Ela ressalta também que alguns usuários discutem sobre os problemas quanto a estrutura do local já há algum tempo, mas que a notícia da obra foi uma surpresa: “Não esperávamos. Já falaram sobre o problema de infiltração e vemos algumas rachaduras. Como é um posto de saúde, acho válida a reforma”.

 


Para concluir, Maria do Rosário disse que a reformulação deve ser bem feita para que consiga atender todos da melhor maneira possível: “Se a obra der mais conforto para os usuários e trabalhadores, que a façam. Caso contrário, não vejo motivos para isso. Como é grande o espaço, acredito que não precisarão aumentar. Devem ser apenas alguns reparos”, ponderou.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.