quarta-feira, 3 de Agosto de 2016 16:22h Jotha Lee

PSDB ainda procura um candidato a vice-prefeito

Eduardo Print Júnior confirma candidatura à reeleição

POR JOTHA LEE

jotalee@gazetaoeste.com.br

 

O PSDB, que vai mesmo lançar a candidatura do radialista Luiz Militão à sucessão municipal, ainda procura um vice. Ontem, o vereador Eduardo Print Júnior (SD) que era o nome preferido para compor a chapa majoritária com os Tucanos, confirmou que será candidato à reeleição. O secretário municipal de Esportes, Simonides Quadros, presidente do Diretório Municipal do PSDB, não foi localizado ontem a tarde na sede da Secretaria e também não atendeu ao telefone para falar sobre o posicionamento do partido, entretanto uma fonte assegurou que outros nomes já estavam sendo trabalhados e o candidato a vice deve sair de uma das legendas que vai compor a coligação proporcional.

Ontem, ao confirmar que será candidato à reeleição, Eduardo Print Júnior disse que entende ainda não ser a hora e que esse seria um projeto em longo prazo. “Eu fico lisonjeado de meu nome ter aparecido como candidato a vice e até mesmo a prefeito como ocorreu nos últimos dias, mas esse tem que ser um projeto em longo prazo. Meu projeto para chegar a vereador foi construído durante quatro anos e também construí minha reeleição nesses últimos quatro anos”, afirmou. “Seria precoce de minha parte sair numa campanha majoritária ou até mesmo sair candidato a vice de um candidato ao qual nós já estamos alinhados. Na campanha proporcional nós já estamos alinhados ao PP e na majoritária nós vamos seguir o PSDB, que indica Luiz Militão como candidato nos próximos dias”, acrescentou.

O partido Solidariedade, do qual Eduardo Print Júnior é presidente, lançará 14 candidatos a vereador, enquanto o PT terá uma chapa com 12 concorrentes. O vereador afirma que o eleitor quer novidade em outubro. “Vejo um anseio popular por novos nomes que estão surgindo e isso é válido. Toda legislatura não consegue agradar a todo mundo. São mais de 350 candidatos a vereador e apenas 17 são eleitos e nem toda a população foi contemplada com a eleição. Isso acaba afastando o eleitor do vereador, mas o vereador não é eleito somente com aqueles votos que ele obteve nas urnas. Ele é eleito para legislar para toda a população. Os vereadores que forem eleitos para a próxima legislatura não vão legislar somente para seus eleitores, eles irão representar toda a população. E a população precisa perder essa timidez e mesmo que não tenha apoiado o vereador eleito, deve buscar em seu gabinete o apoio para que haja a intermediação de suas necessidades entre o Legislativo e o Executivo”, avaliou.

 

DOBRAR A VOTAÇÃO

 

Eduardo Print Júnior disse que após a convenção de domingo, reuniu-se com sua equipe e disse que agora tem meta e foco. “O foco é a reeleição e a meta é dobrar a votação. Muitos disseram que eu estou sonhando alto demais. Não estou. É que a partir desse momento minha responsabilidade aumenta com a população e aumenta muito mais com as pessoas que me ajudaram a chegar a 1.590 votos na última eleição”, observou.

O vereador fez questão de afirmar que sabe das dificuldades que terá pela frente, pois no seu entendimento essa será uma eleição bastante disputada. “Sei das muitas dificuldades para ganhar a eleição, mas para isso eu tenho que ser aquele candidato que vai puxar a chapa, porque eu construí isso e aí minha responsabilidade aumenta com os demais candidatos que estão entrando na disputa na confiança do meu partido”, garantiu. Eduardo Print disse ainda que em 2018 poderá tentar uma vaga na Assembleia Legislativa ou, dependendo do que ocorrer daqui em diante, em 2020 poderá pleitear uma candidatura a prefeito.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.