quinta-feira, 11 de Junho de 2015 10:41h Bruna Costa

Reajuste de juros na linha de crédito de capital de giro do BDMG será feita na próxima semana

Fiemg orienta gratuitamente os empresários sobre como contratar o financiamento

O primeiro reajuste do ano das taxas de juros do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) estará em vigor na próxima segunda-feira (15). Para o empresário que pretende contratar um financiamento para investir no seu negócio, a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) oferece consultoria gratuita até amanhã, com a analista de negócios Marcelle Calábria. O agendamento pode ser feito por meio do telefone (37) 3690-4400 ou pelo e-mail regional-co@fiemg.com.br.
Segundo Marcelle, através da primeira conversa que ela tem com o empresário, ela já identifica qual melhor financiamento para ele de acordo com a necessidade que ele apresenta. “Seja capital de giro, compra de equipamentos, matéria-prima, tudo tem uma linha [de crédito] adequada, então é através dessa conversa que identifico a melhor solução para ele”, explica.

A linha de crédito, que sofre o reajuste do BDMG, traz liberdade ao empresário de aplicar esse recurso dentro da empresa, seja na compra de equipamentos ou matéria-prima. Para o empresário contratar esse financiamento, ele deve levar o CNPJ da empresa e o faturamento fiscal dos últimos 12 meses. “A partir desses dados, eu consigo fazer uma simulação desse capital de giro e ele poderá pagar entre um a quatro anos com ou sem carência de três meses que não aumenta os juros”, completa Marcelle.
Para um prazo total de 12 meses, as condições atuais são de 1,17% a.m e chegarão a 1,45% a.m a partir do dia 15 de junho. Para 24 meses, a taxa salta de 1,46% a.m. para 1,74% a.m.. Para um prazo de 36 meses, os juros vão de 1,50 a.m. para 1,86% a.m. e para um prazo de 48 meses, a taxa sobe de 1,98% a.m. para 2,25% a.m.

O prazo para a contratação do financiamento antes do reajuste é até amanhã. De acordo com Marcelle, assim que o empresário entrar em contato agendando a orientação, realizar o pedido e ser aprovado, ele estará resguardado do aumento dos juros. “Principalmente na opção com o prazo mais longo, o aumento da taxa será significativo. A Fiemg está à disposição para orientar sobre as formas de acesso ao crédito que melhor atendam cada empreendimento”, afirma.

ASSESSORIA FINANCEIRA

A Fiemg oferece, durante o ano todo, a assessoria financeira a qualquer empresário que pretende contratar um financiamento. Ele será orientado quanto à melhor opção de crédito para ele. “Às vezes a pessoa não está preparada, não tem seis meses de faturamento ou tem algum imposto atrasado. A minha orientação é para que ela não desanime, para que ela aguarde os seis meses, regularize o imposto ou pendência para assim se habilitar ao financiamento. Alguma solução é apresentada. Ao decidir abrir uma empresa, a pessoa deve ter subsídios para não desanimar, para continuar porque abrir uma empresa é uma atitude de coragem. E é função da Fiemg buscar o melhor financiamento com o menor custo para o empresário”, finaliza Marcelle.

 

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.