sexta-feira, 4 de Dezembro de 2015 09:05h Atualizado em 4 de Dezembro de 2015 às 09:10h. Mariana Gonçalves

Região Noroeste recebe nova ligação de rua

A demanda por esta melhoria já é antiga, mas, apesar da demora, enfim os moradores puderam comemorar os resultados positivos

O prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo, assinou ontem o termo de compromisso para abertura da Rua Rio Grande do Sul com Rua Fortuna. Participaram desse momento: os moradores da via e o vereador Rodyson Kristnamurti – que foi quem intermediou todo o processo, sendo o porta-voz da população com o prefeito.
Vladimir Azevedo comentou sobre essa nova ligação. “Conseguimos desatar esse nó de três décadas. Resolvemos os problemas das famílias que moram naquela região, abrindo a Rua Rio Grande do Sul, passando pela Praça Nelson Pelegrino, chegando ao Bairro São Sebastião, fazendo uma nova ligação para a região Noroeste de Divinópolis”, afirmou.
O prefeito falou ainda sobre outras melhorias, que também estão previstas para acontecer na região. “Vamos restaurar toda a parte da Rua Pedro Pires, que é ali perto do Sesi, onde vamos ligar até a Sete de Setembro, perto do condomínio Jardim das Acácias, com toda a urbanização, desta maneira, criando todo um contexto urbano para a região noroeste, em especial, mas também para toda a cidade, de maneira geral”, destacou Vladimir.

 

FLUIDEZ NO TRÂNSITO

O vereador Rodyson Kristnamurti destacou que a obra beneficiará o trânsito. “A abertura da rua não beneficiará uma parte apenas da população, vai melhorar para todo mundo, principalmente no que se refere ao trânsito da cidade. É uma ligação para melhorar o São Sebastião, Bom Pastor, Alvorada e outros bairros”, afirmou.
De acordo com o vereador, o dinheiro para as obras já está no caixa da prefeitura, será um serviço na ordem de R$722 mil, advindos de recursos do Deputado Domingos Sávio. “Vai abrir a Rio Grande do Sul, Bahia, Amazonas, todo aquele meio do bairro São Sebastião. Essa é uma luta de quase seis anos, e agora conseguimos, agradeço ao prefeito Vladimir, por ter atendido esse nosso pedido, essa reivindicação da população”, encerra.

 

CONQUISTA

O morador, João Maria dos Santos, destacou o que essa conquista significa para os moradores. “Essa história vem desde 1984, com o Aristides Salgado, fizemos uma permuta, porém ela não foi concluída, mas, enfim, essa história foi concluída, e irá beneficiar toda a comunidade, não só os proprietários dos terrenos que foram desapropriados, mas todos os vizinhos ali em volta, e têm a necessidade dessa abertura. É uma luta de mais de 30 anos, a comunidade esperava essa abertura para o desenvolvimento da região”, finaliza João.
Um dos lotes desapropriados pertencia à família de João, segundo ele, a desapropriação ocorreu de comum acordo, tanto para a sua família, quanto para os responsáveis do outro terreno que também precisou ser desapropriado.

 

Créditos: Mariana Gonçalves

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.