quarta-feira, 13 de Maio de 2015 12:18h Atualizado em 13 de Maio de 2015 às 12:27h. Bruna Costa

Religiosidade e união marcam a tradicional Missa Conga

As tradicionais festas de Reinado têm início neste mês, em Divinópolis, com as Festas de Santa Cruz

Com destaque para a Missa Conga no dia 17 de maio, às 15h30, em frente ao Santuário Santo Antônio, que dá início às festividades de Nossa Senhora do Rosário e de São Benedito.
Realizada pela primeira vez em 1977 e celebrada pelo Frei Leonardo Lucas Pereira, um dos grandes incentivadores do reinado, a Missa Conga é um patrimônio cultural de Divinópolis. Tem como símbolo o resgate à memória do povo negro que sofreu, mas nunca perdeu a fé. É quando as irmandades celebram a Abolição da Escravatura no Brasil pela Lei Áurea, sancionada pela princesa Isabel no dia 13 de maio de 1888.

Segundo o capitão mor da Guarda de Moçambique, Vicente Ferreira de Andrade, a Missa Conga é uma tradição de fé e devoção. O fato histórico é comemorado pelos congadeiros com encenação. A leitura da Lei Imperial é realizada pela princesa, acompanhada pela guarda e por escravos em correntes. Em seguida, estas são removidas, e o Canto da Libertação é entoado pelo Terno de Moçambique. “A Missa Conga é o momento em que todas as guardas têm para confraternizarem e se encontrar. É o momento de lembrar a todos uma história de escravidão e uma história de conquista”, observa a gerente de Memória e Patrimônio da Secretaria de Cultura de Divinópolis, Lenir de Castro.

É realizada uma reunião ordinária no início de todo ano, na qual as irmandades são ouvidas a respeito das dificuldades que possam estar passando. Além de orientações sobre questões burocráticas, é organizado o calendário anual das festividades de Reinado em Divinópolis. “A Prefeitura oferece e investe nesse evento no sentido de promover a Missa Conga, de trabalhar e divulgar esse calendário e no transporte desses congadeiros no dia da Missa” comenta Lenir.

Para Vicente, que participa desde a primeira Missa Conga e já tem 58 anos de Reinado, a Missa promove a união dos congadeiros onde um dia eles já foram proibidos de entrar. “Por isso em toda festa na cidade que eu vou fazer uma apresentação do cântico da libertação da lei Áurea, costumo falar que, naquele tempo, negro não podia entrar na igreja e hoje negro é ordenado sacerdote”, relembra Vicente. Segundo ele, é uma tradição passada de geração a geração, que está nas mãos dos jovens e “eles devem dar continuidade.”
O Frei Leonardo celebrará a Missa Conga no dia 17 de maio, às 15h30, no Santuário Santo Antônio, com a presença das irmandades de Divinópolis. “Convidamos todas as pessoas para que possam vir participar e interagir com a gente e conhecer de perto as guardas. É uma festa muito rica que, além de trabalhar o espírito através da religiosidade, relembra uma história que deve ser preservada. É a influência do negro que está presente em todos os aspectos da nossa sociedade e merece ser valorizada”, frisa Lenir.
TABELA

Calendário Reinado 2015

Irmandade Data da Festa Local
Campina Verde 13 e 14/6 Capela de Nossa Senhora do Rosário
São Judas 20 e 21/6 Igreja de São Judas Tadeu
Cacôco de Cima 26 e 27/6 Capela de Nossa Senhora das Graças
Branquinhos 18 e 19/7 Capela de Nossa Senhora do Rosário
Tietê 25 e 26/7 Capela de Nossa Senhora do Rosário
Amadeu Lacerda 25 e 26/7 Capela de Santa Luzia
Porto Velho 14,15 e 16/8 Capela de Nossa Senhora do Rosário
Vale do Sol 1 e 2/8 Capela de Nossa Senhora do Rosário
Espírito Santo 19 a 24/8 Igreja de Nossa Senhora do Rosário
Vila Romana 5 e 6/9 Capela de Nossa Senhora do Rosário
Alto São Vicente 11,12 e 13/9 Capela Nossa Senhora do Rosário
São José 19 e 20/9 Igreja de São José Operário
Ermida 26 e 27/9 Capela de Nossa Senhora do Rosário
Interlagos 9,10 e 11/10 Capela de Nossa Senhora do Rosário
Praça do Mercado 23,24 e 25/10 Capela de Nossa Senhora do Rosário
Festa de São Benedito
Irmandade Data Local
Vila Romana 5/10 Capela de Nossa Senhora do Rosário

 

Crédito: Bruna Costa

Leia Também

Imagem principal
Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.