terça-feira, 10 de Setembro de 2013 07:53h Atualizado em 10 de Setembro de 2013 às 07:54h. Mariana Gonçalves

Restaurante do Trabalhador será reaberto esse mês

Até o fim do mês as refeições, com o preço inicial de R$ 3,90, serão servidas aos trabalhadores da cidade.

Desde fevereiro, o restaurante do trabalhador está com suas atividades paralisadas. Na ocasião a prefeitura de Nova Serrana divulgou que o fechamento do local se deu pelo fim do contrato com a empresa fornecedora do serviço. Uma nova licitação seria feita em até 30 dias para que o local voltasse a funcionar.

 


Seis meses depois do fechamento do Restaurante, uma nova licitação foi feita e o vencedor foi o empresário Marcelo Mendes de Oliveira que garantiu que ainda esse mês o Restaurante do Trabalhador será reaberto. Em contato por telefone, o empresário disse que pretende reestabelecer as atividades no local no dia 23, além de destacar que o estabelecimento irá oferecer a opção de marmitex aos consumidores.

 


O restaurante irá funcionar das 10h ás 15h, e segundo Marcelo, as refeições terão o valor de R$3.90, podendo ser acompanhadas de um suco e uma sobremesa. “Estamos visando mais a questão de qualidade, não desmerecendo o trabalho da outra empresa que fornecia a alimentação no restaurante, mas, por exemplo, vamos trabalhar com o máximo de produtos naturais possível, inclusive os sucos serão de poupas de frutas, uma coisa bem natural, com mais qualidade”, salienta Oliveira.

 


O Restaurante do Trabalhador de Nova Serrana, inaugurado no dia 1º de maio do ano passado, foi construído com recursos municipais. As cerca de duas mil refeições servidas no local diariamente custavam R$ 2,00. O valor estipulado pela nova empresa, que fornecerá as refeições, é quase o dobro.

 


A assessoria de comunicação da prefeitura de Nova Serrana confirmou a abertura do estabelecimento nas próximas semanas, porém, ao ser questionada se o município iria custear parte do valor das refeições, para que saia mais barato aos trabalhadores, fomos informados que os valores ainda estão sendo estudados, pois o Governo Federal não contribuí com as despesas do restaurante já que Nova Serrana  não possui o número suficiente de habitantes exigidos no programa de custeio dos “restaurantes populares”, sendo assim quem  arcará com as despesas é o município.

INCENTIVO Á UMA MELHOR ALIMENTAÇÃO

 


O objetivo do Governo Federal com a criação dos “restaurantes populares” é oferecer o preparo de refeições saudáveis, variadas e saborosas, vendidas a preços acessíveis, de forma a garantir aos trabalhadores urbanos e à população em situação de vulnerabilidade social o Direito Humano à Alimentação Adequada. Cada unidade produz um mínimo de mil refeições por dia, sempre respeitando as características culturais e hábitos alimentares da região. Atualmente, 89 Restaurantes Populares se encontram em funcionamento em 73 municípios brasileiros, servindo um total de cerca de 123 mil refeições por dia. Uma característica dos Restaurantes Populares é o acesso universal aos seus serviços. Contudo, para que esse equipamento público alcance a população em situação de extrema pobreza e insegurança alimentar, as unidades são estrategicamente localizadas em áreas de grande fluxo de pessoas, especialmente em grandes centros urbanos ou próximas a terminais de transporte coletivo, redes de saúde e redes de proteção social

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.