sexta-feira, 18 de Dezembro de 2015 02:53h Atualizado em 18 de Dezembro de 2015 às 02:54h. Mariana Gonçalves

Rua recebe pavimentação pela metade e moradores denunciam descaso

A Rua Caraguatatuba, no bairro Candelária, foi uma das vias contempladas em Divinópolis pelo Programa Pró-Transporte, projeto que realiza obras de infraestrutura em diversos trechos do município

No entanto, uma parte da via não recebeu a pavimentação prevista, situação essa que está revoltando os moradores.
A parte que foi calçada é do quarteirão final da Rua Caraguatatuba, que não tem saída. Segundo moradores, os funcionários da Prefeitura alegaram que, como o trecho não possui rede de esgoto, não é possível fazer o calçamento até que esse problema esteja solucionado.
Segundo a dona de casa, Fátima, há tempos, a população cobra a pavimentação, mas diante da demora e dos aborrecimentos gerados por este pedido, os moradores querem que pelo menos a Prefeitura desloque funcionários até o local para uma capina na via. “Já estamos desistindo de mexer com a Prefeitura, porque a gente liga lá e pede, tem os vizinhos aqui que vão até lá, e nada resolve. Está complicado!”, diz.
Conforme ainda conta Fátima, o descaso com a rua é algo que chega a comprometer inclusive a saúde da população local. “Eu cuido dos filhos da vizinha, deixo eles só dentro de casa mesmo, por medo de algum inseto ou algo que venha desse mato machucar eles. Está frequente em nossas casas o aparecimento de ratazanas, e outros bichos peçonhentos, a gente compra remédio para matar eles, mas não adianta. A Prefeitura não ajuda com a limpeza desses matos aqui, então fica muito difícil. A gente nem sabe mais o que fazer”, afirma.

 

DESABAFO

“Quando for tempo de eleição, todos eles vêm, e isso é um desaforo. Meus vizinhos desembolsam para pagar um rapaz, que vem limpar pelo menos a porta deles, antes eu também pagava, mas agora não vou fazer isso não, porque é uma obrigação do Poder Público, a gente não pode arcar com estas despesas que na verdade são deles. Final de rua ninguém liga não. Tem 22 anos que moro aqui e desde sempre é assim, só promessa que nunca acontecem”, frisou Fátima.

 

PREFEITURA

Em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura, a mesma esclareceu que as reivindicações quanto à limpeza da rua devem ser feitas ao órgão por meio de protocolo, seja ele presencial – no setor de protocolos da Prefeitura, ou através do portal na internet.
Ainda de acordo com a assessoria, só por meio deste protocolo é que a Prefeitura pode tomar alguma providência.
No que se refere ao restante da pavimentação da rua, até o fechamento desta matéria a assessoria não nos respondeu.

 

Créditos: Mariana Gonçalves

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.