sexta-feira, 18 de Março de 2016 10:45h

Salviano Avelar apresenta trabalho de inclusão social para a população

O Café com Letras do Centro de Convivência Salviano Avelar marcou o lançamento da 3ª edição do jornal da entidade mantida pela Prefeitura de Divinópolis

O evento foi realizado ontem no quarteirão fechado da rua São Paulo e apresentou para população um pouco do trabalho realizado pelo Centro de Convivência coordenado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.
Nesta edição do Jornal Salviano Avelar foi produzido de forma especial uma publicação para marcar os 10 anos de atuação. A edição também retrata os percursos de 2015, além de espaço para humor. A publicação destaca a obesidade na deficiência intelectual, além das competições esportivas realizadas no Centro de Convivência. Na coluna social, os assistidos do projeto contam como foi o final de semana com a família, outros relatam que namoraram e participaram de aniversário.

 


“Duas vezes por ano fazemos a edição do jornal. Como estamos completando 10 anos em 2016 resolvermos apresentar para a população essa edição especial para todos possam conhecer o nosso trabalho. Viemos para a rua São Paulo para a população conhecer e tomar um café com os assistidos”, afirmou a psicóloga e referência técnica da entidade, Ana Luíza Amaral Guimarães.

 


A psicóloga destaca a importância do Salviano Avelar para inclusão. “Nosso trabalho é de inclusão social e temos que trazê-los aos espaços públicos para os assistidos conversarem com a população. Eles entregaram o jornal, conversaram com a população e convidaram para tomar café. Os assistidos pedem esse passeio e a Secretaria de Desenvolvimento Social está como viabilizadora desta iniciativa”, destacou.

 


O Salviano Avelar é o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos gerenciado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social destinado às pessoas com deficiência intelectual com idade entre 21 e 60 anos. O espaço foi criado pela Lei Municipal 6.433/2006 e visa à proteção social básica por meio de ações preventivas que reforçam convivência, socialização, acolhimento, inserção e fortalecimento de vínculos familiares e comunitários.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.