quarta-feira, 31 de Agosto de 2016 15:37h Atualizado em 31 de Agosto de 2016 às 16:53h. Pollyanna Martins

SAMU não tem data para ser entregue

O Conselho Deliberativo Fiscal, o Conselho de Secretários e a diretoria executiva do Samu entregaram ontem (30) os certificados para todos os aprovados no processo seletivo e que participaram dos treinamentos do serviço em maio deste ano

O Conselho Deliberativo Fiscal, o Conselho de Secretários e a diretoria executiva, que gerenciam o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), entregaram ontem (30) os certificados para todos os aprovados no processo seletivo e que participaram dos treinamentos do serviço em maio deste ano. Conforme o secretário executivo do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Ampliada Oeste para Gerenciamento dos Serviços de Urgência e Emergência Oeste (Cis-Urg), José Márcio Zanardi, a medida foi para dar uma satisfação para os aprovados, uma vez que Governo do Estado prometeu a entrega do serviço para a região Centro-Oeste na segunda quinzena de junho. “A gente já tinha uma programação a seguir e entregar os certificados para os aprovados. Nós aproveitamos este momento para nivelar as informações, porque muitos dos aprovados mudaram a sua vida porque passaram no processo seletivo, pois na capacitação o Governo do Estado estava presente e falaram que iriam inaugurar o Samu na segunda quinzena de junho”, informa.

Ainda de acordo com Zanardi, toda a estrutura do Samu, que conta com a central de regulação em Divinópolis e 17 bases que darão suporte aos 54 municípios está pronta. Segundo o secretário do Cis-Urg, falta repassar para o consórcio R$ 4 milhões, dos R$ 7,08 milhões previstos pelo convênio que estabelecia a implantação do Samu na região até o fim do primeiro trimestre de 2016, assinado em dezembro do ano passado. “O recurso é para completar alguns suprimentos e equipamentos necessários ao funcionamento do Samu”, explica. Conforme Zanardi, falta ainda a entrega de 24 ambulâncias do tipo unidade básica e a ordem de serviço para o início do serviço no Centro-Oeste de Minas Gerais. “Foi-nos dito que as ambulâncias seriam entregues no mês de junho, mas só agora que recebemos uma correspondência do Secretário de Saúde Adjunto do Estado, dizendo que a entrega foi adiada pela empresa contratada através de licitação, porque a mesma faliu”, esclarece.

Durante a entrega dos certificados, a Central de Regulação de Urgência e Emergência (Samu 192) foi abraçada pela população, funcionários e prefeitos da região Centro-Oeste nesta terça-feira (30). O Conselho Deliberativo do Consórcio Intermunicipal de Saúde (Cis-Urg Oeste) decidiu convocar uma manifestação para chamar a atenção do Governo de Minas Gerais para a necessidade de iniciar as atividades imediatamente. O Prefeito de Divinópolis e presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Ampliada Oeste para Gerenciamento dos Serviços de Urgência e Emergência (Cis-Urg), Vladimir Azevedo, reafirmou que está tudo preparado para o Samu começar a salvar vidas na região, no entanto, depende do governo estadual. “O Samu está pronto para funcionar. Depende agora do Governo de Minas Gerais e do Governo Federal cumprirem com suas obrigações. A parte das prefeituras está pronta”, ressalta.

 

SEM PREVISÃO

 

Apesar de todos os esforços, o secretário do Cis-Urg disse que o Estado não deu uma previsão de quando o serviço será entregue em Divinópolis e região, e que há um jogo de empurra entre Estado e União para o início do serviço. “Infelizmente, não nos foi falado nada até o presente momento de quando o Samu vai começar a funcionar. Se falarem que vai inaugurar amanhã, nós podemos começar, mas agora depende, de fato, do Governo do Estado, que fala que depende da União”, frisa. Zanardi rebate a justificativa do Estado e esclarece que é necessário iniciar o serviço para depois receber os recursos da União. “Qualquer serviço público na área de saúde primeiro funciona, para depois chegar o recurso da União, então nós precisamos do recurso do Governo do Estado, e depois de funcionar, a União habilita e qualifica e entra com a sua parte”, explica.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.