sexta-feira, 19 de Fevereiro de 2016 08:29h Atualizado em 19 de Fevereiro de 2016 às 08:39h. Mariana Gonçalves

Samuel Ladário prepara gravação de CD com participação de artistas renomados

O músico mineiro, Samuel Ladário, está preparando para o próximo mês a gravação de um trabalho bastante especial, o CD que marcará uma nova fase em sua carreira

O disco vai contar com faixas autorais e a participação da dupla Bruno & Marrone, entre outros artistas.
Samuel não é nascido em Divinópolis, mas há dois anos reside no município. No último dia 14, participou ao vivo do programa Domingo Show, da Rede Record, onde teve a oportunidade de mostrar o seu trabalho, sua história e ainda levar o nome de Divinópolis mais uma vez aos holofotes nacionais. O programa abordou também o fato de que o timbre de voz de Samuel lembra o de Bruno, da dupla com o Marrone, inclusive, o mineiro foi pego de surpresa no palco, quando a produção do programa exibiu um vídeo em que Bruno mandava um recado para ele.
“Participar do programa foi muito bom. Aproveito para agradecer a todas as mensagens de carinho que recebi de pessoas de vários os lugares, inclusive Divinópolis. Foram muitos telefonemas, recados no Facebook, as pessoas elogiaram meu trabalho e isso me deixa mais do que satisfeito. Acredito que depois dessa participação no Domingo Show, se Deus quiser, portas novas irão se abrir”, afirma o cantor.

 

 

DIFICULDADES

De família muito humilde, Samuel teve que aprender a se virar muito cedo, conforme nos contou, o gosto musical veio desde criança, uma influência do pai. Mas por conta das necessidades da vida, aos 15 anos de idade Samuel perdeu o pai, e teve que pausar o sonho de ser cantor para ir em busca de ajudar a manter o sustento da família.
O artista é natural da cidade de Araponga, mas ao longo da vida, mudou-se para Ipatinga, Vespasiano e Divinópolis, onde reside até o momento. Samuel trabalhou por um longo período em uma lavoura de café, mas nunca escondeu o desejo de se tornar um grande artista.

 


Questionado sobre qual a sua opinião referente ao mercado musical em Divinópolis, o cantor destaca que o município é um grande celeiro de artistas de qualidade, fato esse que gera grande concorrência musical. “O mercado está muito concorrido, tem muita gente boa inclusive. Mas para chegar ao sucesso, existe uma série de fatores, acredito que tem que se ter música boa, precisa ter a aceitação das pessoas, porque não adianta nada você fazer uma música, por exemplo, e pagar uma rádio para executar seu trabalho e o público não gostar. Então, a primeira coisa é que o publico aceite a sua música”, avalia o músico.
Samuel tem como referência: Bruno & Marrone, Cristiano Araújo, Zezé de Camargo & Luciano, Leonardo, Chitãozinho & Xororó, entre outros.

 

 

PROJETOS

O produtor e empresário do músico, Gabriel Marra, também conversou com a nossa equipe e revelou algumas novidades sobre a carreira de Samuel. “Depois do programa, tivemos uma abertura de contatos, então tem, por exemplo, muitas Prefeituras querendo contratar o show do Samuel Ladário, estou também organizando aqui em Divinópolis uma apresentação dele. O Samuel é uma pessoa muito humilde, bem como sua família, então acredito que ele tem um futuro muito bacana na música. Claro que o sucesso depende de várias coisas, desde o trabalho do artista à forma como ele é divulgado, mas nós estamos trabalhando tudo isso”, comenta.
Gabriel contou ainda que foi firmado um contrato com a emissora do Domingo Show, onde Samuel fará mais duas gravações para o programa. “Posteriormente, vamos gravar o CD e divulgar na Record, foi feito contrato de seis meses, podendo ser renovado por mais seis meses”, afirma.

 


Como produtor, Gabriel está cuidando de cada detalhe da carreira de Samuel, inclusive já está sendo projetado para os shows toda uma estrutura nova. “A carreira, o sucesso, será uma consequência de um trabalho bem feito”, o produtor acrescentou ainda a agenda de shows do artista, que já prevê apresentações fora do Estado. “Para março, até o momento, temos cinco shows previstos – mas devido ao projeto da gravação do CD e também dessa reformulação de estrutura, estamos segurando um pouco essas apresentações. Para Abril, teremos shows em Goiás, São Paulo, Espírito Santo, Mato Grosso, e ainda algumas exposições agropecuárias por Minas Gerais. A carreira está caminhando bem, graças a Deus, estamos com pés no chão, que é o mais importante para tudo isso”, completa.

Leia Também

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.