quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2015 11:33h

Saúde realizará Dia “D” de combate ao mosquito transmissor da dengue e chikungunya

O resultado apontado pelo Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti-LIRAa, divulgado no último mês, deixou a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) em sinal de atenção

O estudo revelou que o índice de infestação médio do Aedes aegypti no município é de 3,80%. Isto significa que Divinópolis, como um todo, está em um parâmetro de situação de médio risco para epidemia de acordo com o Ministério da Saúde que define que o índice aceitável é de até 1%.
O resultado do LIRAa serve para nortear uma série de ações de orientação e combate ao Aedes aegypti que transmite tanto a dengue como a febre chinkungunya.  Entre o que está previsto será realizado, no próximo sábado (07), o Dia “D” de Combate ao Aedes aegypti.
Neste dia, durante toda a manhã, serão realizadas ações em pontos com grande fluxo de pessoas. Na feira livre do bairro Esplanada, por exemplo, será montado um stand em que as pessoas aprenderão a identificar a larva deste mosquito.
Na rua Goiás com a 1º de Junho e na Av. JK em frente ao Divishop serão realizadas blitze educativas com a distribuição de panfletos para os motoristas alertando sobre o risco das doenças e, também, da necessidade da população promover a eliminação dos focos dentro das residências.
“A Secretaria Municipal de Saúde tem cumprido o seu papel no que se refere a orientar e fazer a vistoria contínua das residências por meio dos seus agentes. Mas todo esse trabalho só terá um resultado expressivo com o apoio da população”, explica a diretora da Vigilância em Saúde, Celina Pires.
O LIRAa realizado e divulgado no último mês de janeiro revelou que 95,08% dos focos do Aedes aegypti foram encontrados dentro das residências.

 

Ações pontuais reforçam o combate
A Semusa, por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde, movimenta-se para traçar e executar estratégias de combate ao Aedes aegypti. Entre o que está previsto serão realizados encontros com grupos que estão susceptíveis a desenvolver, por meio de suas atividades, focos do mosquito da dengue e chikungunya.
O primeiro encontro ocorrerá na próxima quinta-feira (05/02), às 8h, no Anfiteatro da Secretaria Municipal de Saúde, e será destinado aos proprietários de floriculturas. Na ocasião, a equipe técnica da Diretoria de Vigilância em Saúde irá fornecer informações para o controle do mosquito nestes estabelecimentos, bem como orientar quanto à forma adequada do manejo e acomodação dos seus produtos.
“O encontro visa informar sobre as duas doenças, bem como sobre o trabalho que será realizado a partir dele pela equipe de fiscalização e agentes de saúde”, esclarece Celina. A expectativa é que 19 proprietários de floriculturas participem deste encontro.
Ainda integram o plano de ação da Semuna no combate ao Aedes aegypti as visitas aos imóveis para orientações, arrastões com eliminação ou tratamento dos depósitos, tampação de caixas d’água, retirada de pneus, trabalho nos pontos estratégicos, bloqueio com inseticida, intensificação das notificações aos proprietários de imóveis e outras atividades que se fizerem necessárias.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.