terça-feira, 28 de Abril de 2015 10:23h Atualizado em 28 de Abril de 2015 às 10:25h. Lorena Silva

Secretaria de Estado de Saúde confirma caso de infecção por gripe grave em Divinópolis

SES também confirmou a primeira morte em decorrência do vírus Influenza em Minas Gerais

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) confirmou um caso de gripe pelo vírus Influenza A/H3 em Divinópolis. Na quinta-feira, a SES também confirmou a morte de uma pessoa em decorrência da gripe. Segundo balanço divulgado pela secretaria, o paciente era morador de Belo Horizonte e foi vítima do vírus Influenza B.
A SES não repassou mais detalhes sobre os dois casos. No entanto, a Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Divinópolis informou que a paciente do caso no município é uma mulher de 40 anos. Já a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) disse que não foi notificada oficialmente sobre o caso e, por isso, não poderia dar mais detalhes sobre o assunto.
A única informação divulgada pela Semusa é a de que no dia 27 de março uma criança de quatro anos, da cidade de Carmópolis de Minas, teria dado entrada no Hospital São João de Deus (HSJD) com suspeita da doença. O material recolhido da paciente teria sido encaminhado à Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte, que faria a análise para confirmar ou descartar o caso.

 

EM UBERABA
De acordo com matéria veiculada pelo jornal O Tempo, há um caso suspeito de H1N1 em Uberaba, no Triângulo Mineiro. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde da cidade, o município acompanha a apuração do caso, que envolve uma mulher de 50 anos que está internada em isolamento no Hospital São Marcos.
Ainda segundo a publicação, uma equipe do Departamento de Vigilância Epidemiológica esteve no hospital no dia 21 de abril e coletou material para a realização de exames. “O material coletado foi encaminhado para a Rede de Laboratório de Saúde Pública, de responsabilidade do governo do Estado e aguarda o resultado do exame”, disse a secretaria em nota.

 

VACINAÇÃO
A campanha de vacinação contra a gripe deste ano ocorre no período de 4 a 22 de maio. O grupo prioritário é formado por idosos com mais de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes de qualquer idade gestacional, mulheres com até 45 dias de pós-parto, trabalhadores de saúde que atuam em locais de referência para atendimento aos casos de influenza e portadores de doenças crônicas.
Dengue
A prefeitura de Divinópolis enviou ontem uma nota a imprensa informando que uma mulher, de 51 anos, moradora do bairro Quintino, em Divinópolis, deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Padre Roberto na sexta-feira (24) com suspeita de dengue.
“Como apresentava baixo nível de hidratação e de plaquetas, a mulher foi encaminhada ao setor de UTI do Hospital São João de Deus. Na manhã desta segunda-feira (27), técnicos do setor de vigilância epidemiológica da Secretaria de Saúde de Divinópolis foram até o hospital colher material da paciente para encaminhar para análise na Funed em Belo Horizonte”, afirma a nota.
O resultado, de acordo com a nota, que ainda não tem prazo para sua liberação, confirmará, ou não, se a paciente está com dengue e qual o grau de evolução da doença. De acordo com o Ministério da Saúde, desde 2014 a dengue é classificada em três formas: dengue, dengue com sinais de alarme e a dengue grave.

 

Crédito: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.