Secretaria Municipal de Saúde intensifica o combate à hanseníase com a Campanha Janeiro Roxo .

12 JAN 2021

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), por meio da Diretoria de Atenção à Saúde, promove a Campanha Janeiro Roxo, de conscientização e tratamento da hanseníase. Os sintomas mais comuns são manchas na pele, formigamento e perda ou alteração de sensibilidade ao calor e frio. A doença é contagiosa e transmitida por contato direto com a pessoa doente não tratada.

De acordo com Joseane da Silva, enfermeira e apoio técnico de Hanseníase e Tuberculose, se a pessoa perceber algum dos sintomas deverá procurar a unidade de saúde mais próxima à sua residência. “Lá os profissionais de saúde realizarão testes para avaliar a sensibilidade no local das manchas e, de acordo com o diagnóstico, o paciente será tratado e acompanhado pela Atenção Primária à Saúde" explicou.

O Brasil é o segundo país com o maior número de casos de hanseníase no mundo. Em 2020, sete casos foram diagnosticados em Divinópolis.  O diagnóstico precoce ainda é o grande desafio para erradicação da doença, que atinge principalmente pessoas de menor poder aquisitivo. A hanseníase é silenciosa e muitos procuram o serviço de saúde somente quando já estão com deformidades nas mãos e pés, o que intensifica a importância das ações de educação em saúde.

A hanseníase tem cura e o tratamento é gratuito, disponibilizado através do Sistema Único de Saúde (SUS). As consultas e os exames são realizados durante todo o ano nas unidades de saúde do município.    

 

© 2009-2021. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.