quinta-feira, 5 de Março de 2015 10:00h Atualizado em 5 de Março de 2015 às 10:12h. Lorena Silva

Secretário de Estado de Saúde se compromete a colaborar com HSJD

Fausto Pereira garantiu que vai avaliar problemas e aumentar recursos do Estado destinados à instituição

Afirmando estar ciente da importância que o Hospital São João de Deus (HSJD) possui hoje para Divinópolis e para municípios da região que são atendidos pela instituição, o Secretário de Estado de Saúde, Fausto Pereira, assegurou o compromisso do governo estadual de buscar soluções para equacionar os problemas financeiros e estruturais que atualmente atingem o hospital.
A garantia foi dada em uma reunião que ocorreu na última terça-feira, na sede da Secretaria de Estado de Saúde (SES), em Belo Horizonte. Além do secretário, estiveram presentes no encontro: o promotor de Justiça, Sérgio Gildin, o deputado federal, Jaime Martins (PSD), o presidente da comissão de Saúde da Câmara de Vereadores, Edimilson Andrade (PT), o superintendente do HSJD, Afrânio Emílio de Carvalho e o diretor da Dictum, Áriston da Silva.
O secretário fez questão de frisar que o Estado não vai medir esforços para resolver os problemas que afetam a instituição, sendo uma das medidas imediatas, a busca por soluções jurídicas para que o governo estadual possa aumentar a contrapartida financeira, que é oferecida ao HSJD. “Também tivemos o entendimento de algumas questões que estavam em atraso desde o ano passado, para o Estado agilizar o processo de pagamento.”
“Fundamentalmente, nós precisamos aportar mais recursos nesse momento, para que o hospital possa continuar na sua trajetória de crescimento, de expansão dos serviços para a região”, emendou Fausto. Ainda segundo o secretário, o Hospital Público Regional, que está sendo construído em Divinópolis, vai atuar como um complemento do HSJD. Desse modo, a ativação desse espaço não vai significar uma substituição ao São João de Deus.

 

LEITOS DO HSJD
No último mês, dez dos 50 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde (SUS) foram fechados no Hospital São João de Deus. Para o diretor da Dictum, o contato com a Secretaria de Estado de Saúde ajudará em vários sentidos, sendo a reativação dos leitos uma delas.
“O importante seria o apoio na complementação do serviço de maternidade, a complementação também financeira no serviço de UTI e um empenho dele junto ao Ministério da Saúde para pagar o Incentivo à Contratualização (IAC), retroativo do hospital, que perfaz aproximadamente R$ 3 milhões. A nossa proposta é que essa suplementação viabilize a reativação [dos dez leitos] no menor prazo possível”, explicou Áriston.

 

ACELERADOR LINEAR
O deputado Jaime Martins aproveitou o encontro para confirmar que o acelerador linear, que será destinado aos atendimentos de radioterapia da Associação de Combate ao Câncer do Centro-Oeste de Minas (ACCOM) – entidade que atua em parceria com o Hospital São João de Deus -, já foi liberado e se encontra no Porto Seco da cidade de Betim. O aparelho foi viabilizado para a instituição por meio de emenda parlamentar.
“Agora teve uma decisão judicial, no sentido de liberar do pagamento dos impostos e das taxas, uma vez que o Hospital São João de Deus é uma instituição filantrópica. A questão agora é da montagem do equipamento e das autorizações necessárias [para o funcionamento]. Nossa expectativa é que dentro de algumas semanas, a gente possa entregar ao povo de Divinópolis esse importante equipamento, que vai fazer uma revolução no atendimento oncológico”, ressaltou.

 

Crédito: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.