sexta-feira, 9 de Outubro de 2015 13:17h

Semusa continua a vacinação contra o HPV

A Secretaria Municipal de Saúde de Divinópolis (Semusa) segue vacinando as adolescentes da cidade contra o HPV. A última parcial divulgada esta semana aponta que já foram vacinadas 2.270 adolescentes

A Secretaria Municipal de Saúde de Divinópolis (Semusa) segue vacinando as adolescentes da cidade contra o HPV. A última parcial divulgada esta semana aponta que já foram vacinadas 2.270 adolescentes, representando uma cobertura vacinal de 48,25% do público alvo.

Em toda a cidade e zona rural a meta da Semusa é vacinar 4.704 adolescentes de 9 a 11 anos. Para isso, os pais e/ou responsáveis devem levar suas filhas à unidade de saúde mais próxima de sua casa. É imprescindível a apresentação da caderneta de vacinação.

Na oportunidade, poderá ser ofertada também a vacina para as meninas de 12 a 13 anos, 11 meses e 29 dias, público alvo de 2014 que por qualquer razão não tenha iniciado seu esquema com a vacina contra HPV. Havendo interesse em se imunizar, a menina deve procurar a unidade de saúde com a caderneta de vacinação para receber sua dose da vacina contra HPV.

Para garantir a boa cobertura vacinal na cidade, 34 salas de vacinas estão à disposição da população. Ao ir à unidade de saúde se vacinar contra o HPV, a Semusa quer estimular nas adolescentes o cuidado com a própria saúde, proporcionando que elas recebam informações e orientações que serão importantes para a vida toda.

 

Prevenção

A vacinação, conjuntamente com as atuais ações para o rastreamento do câncer do colo do útero, possibilitará prevenir a doença nas próximas décadas. Atualmente este agravo representa a terceira causa de morte por neoplasias entre mulheres no Brasil.

Incluídas

Em 2015, além de as adolescentes, foram incluídas também como público alvo da vacinação contra HPV, mulheres de 9 a 26 anos (26 anos,11meses e 29 dias) que convivem (portadora) com o vírus HIV. Para receber a vacina, esta população, deve comparecer ao serviço de saúde e apresentar relatório médico com justificativa para a vacinação juntamente com a caderneta de vacinas.

A Campanha Nacional de Vacinação contra o HPV é registrada no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SIPNI Desktop). O que dá mais eficiência ao controle vacinal, além de se constituir numa ferramenta estratégica para futuras ações.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.