terça-feira, 5 de Março de 2013 05:33h Carla Mariela

Servidores Municipais realizam Assembleia Geral na Câmara de Divinópolis

O motivo principal do encontro foi a resposta dada pelo Poder Executivo ante às reivindicações dos servidores do Sintram

O Sindicato dos Trabalhadores Municipais do Centro Oeste de Minas (Sintram), recentemente, por meio da convocação feita pela direção realizou uma Assembleia Geral, para colocar em pauta a resposta do prefeito Vladimir Azevedo (PSDB) que levou conforme o diretor do Sindicato, João Madeira, aproximadamente 50 dias relacionada com a campanha salarial de 2013. O encontro foi realizado porque o Sintram encaminhou ao Poder Executivo no ano passado dois ofícios contendo algumas reivindicações, dentre elas o reajuste salarial de 11% a vigorar a partir do dia 1º de Janeiro de 2013. O prefeito enviou uma resposta, que segundo Madeira, não foi condizente com a expectativa dos servidores, dessa forma, marcaram uma Assembleia ontem (04).

Após definir a data desta Assembleia e antes que ocorresse este encontro dos servidores, o Executivo, na última sexta-feira (01), convidou alguns servidores e também a imprensa para informar o decreto que ele estaria assinando com um reajuste de 6.2% na folha de pagamento dos servidores que passará a vigorar no mês de Março.

Após a apresentação deste decreto, o Sintram, ainda assim, realizou a Assembleia ontem, para tratar da pauta da campanha salarial de 2013, considerando que o prefeito ainda não respondeu como deveria às solicitações do Sindicato. No início do encontro, o diretor João Madeira, relembrou algumas das reivindicações. “Nós entendemos que deveríamos estar trabalhando aquilo que não estava sendo contemplado. Nós estamos em campanha salarial, o que reivindicamos foi a manutenção do INPC mais 11% de reajuste. Nós não marcamos presença em uma situação dessa, onde se é percebido um desrespeito para com a classe. Estaríamos presentes se fosse para discutir a nossa pauta de reivindicação”, afirmou.

Durante a Assembleia de ontem foi apresentada uma pesquisa que observou algumas posições pessoais dos servidores em relação ao reajuste, à satisfação ou não com a atual administração. Os servidores foram convidados a responderem individualmente. Dentre as perguntas estavam: No seu entendimento a atual administração valoriza o servidor público? Você está satisfeita com o salário que recebe? Você espera que o prefeito conceda o reajuste de 11% reivindicado pelos servidores? Que atitude deve tomar os servidores caso o prefeito não conceda o reajuste? Você acha que a prefeitura tem dinheiro de pagar o reajuste de 11%? Você concorda com o reajuste de 60% dada ao prefeito, vice, secretários e vereadores? Estas foram algumas das perguntas. Ainda na Assembleia, alguns servidores se  manifestaram  contra o parecer do prefeito.

Depois de apresentar suas indignações, os servidores, no final da Assembleia, decidiram que na próxima sexta-feira (08), a partir das 7h da manhã, haverá uma paralisação com manifestação na porta do Poder Executivo de Divinópolis, considerando que a solicitação do reajuste apresentado pelo Sintram não foi atendida, além de outras reivindicações que não tiveram a atenção devida.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.