quinta-feira, 7 de Janeiro de 2016 09:14h Pollyanna Martins

Sete bairros estão na lista de risco de desabamento do Corpo de Bombeiros de Divinópolis

Entre eles, estão o Morro da Pitimba, Canto da Mina, Alto São João de Deus, Del Rey e Primavera

O período de chuvas chegou e todo o cuidado para quem mora em locais de risco. Em Divinópolis, medidas de prevenção já estão sendo tomadas pelos órgãos públicos. A Prefeitura de Divinópolis aprovou no Diário Oficial dos Municípios, do dia 31 de dezembro, o Plano de Contingência de Enchentes, Inundações, Desmoronamentos e/ou Desabamentos, com o objetivo de minimizar os impactos da chuva na cidade, uma vez que o município é cortado em seu perímetro urbano por 18 km de extensão pelo Rio Itapecerica, onde 23% de sua população residem em áreas inundáveis.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, os bairros inundáveis são: Danilo Passos, Dr. José Thomáz, Espírito Santo, Porto Velho, Antônio Fonseca, Estância do Gafanhoto, Belvedere, São Miguel, Dom Pedro II, Esplanada, Vila Cruzeiro, Santa Clara, Bom Pastor, Oliveiras, Jardim Candelária, Bairro Catalão, Santa Luzia, Serra Verde, Nossa Senhora das Graças, Padre Libério e Tietê. O Plano de Contingência envolve esforços de várias secretarias do município, e do Corpo de Bombeiros. Entre as ações, orientações sobre como agir em casos delicados estão sendo repassadas para a população.
Segundo o Corpo de Bombeiros, em caso de inundações, a pessoa deve ficar atenta ao nível dos rios e das águas perto de sua casa. Caso o nível dos rios suba, a pessoa poderá ficar isolada. Andar descalço nas águas de enchentes pode causar ainda contaminações, e é indicado ainda não se arriscar em enxurradas com o objetivo de salvar pessoas ou bens, nem por diversão. Caso a pessoa não esteja em casa, o ideal é voltar para a residência só depois que o nível da água baixar, e se o caminho estiver seguro.

 

DESMORONAMENTOS
Os desmoronamentos e deslizamentos de terra também estão na lista de combate do Plano de Contingência. Os bairros Alto São Vicente (Aglomerado Pito Aceso); Niterói (Alto da Ponte de Ferro - Morro Da Pitimba), Niterói/São João de Deus II (Lajinha), São João de Deus (Canto da Mina), Del Rey, Primavera e São Simão estão na lista de risco de desmoronamento do Corpo de Bombeiros. Segundo o órgão, os moradores devem ficar atentos para os sinais de perigo, como árvores, paredes, postes ou muros inclinados, portas e janelas emperradas e paredes com trincas ou barrigas. Rochas também são muito perigosas, especialmente se estiverem muito expostas na terra, em local sem vegetação e acima de casas. Caso perceba algum sinal de desmoronamento e/ou deslizamento, o ideal é abandonar a área de risco com rapidez, mas sem correrias.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.