segunda-feira, 5 de Março de 2012 17:29h Atualizado em 6 de Março de 2012 às 09:37h. Vinícius Soares

Show beneficente é promovido em prol da APAC

Associação de Proteção e Assistência aos Condenados conta com a presença de bandas gospel. Verba arrecada será transformada em melhorias no presídio

Até quando um ser humano pode ser flexível, a ponto de aceitar que errou e promover uma mudança radical em sua vida, no que diz respeito a comportamentos que ferem a ética e a moral no senso comum?
Com base nessa questão, a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados, APAC, está desde 1974, quando inaugurou em São José dos Campos, a sua primeira unidade, difundindo o conceito que os presidiários merecem ser tratados com mais qualidade. A primeira instituição em MG só veio a ser instaurada 10 anos depois, em 84, na cidade de Itaúna. Hoje são 31 em funcionamento por todo o estado e 45 sendo construídas. Em Divinópolis, num terreno próximo ao presídio Floramar, uma sede do grupo está sendo construída e deve ser inaugurada ainda este ano. Devido ao sucesso do projeto, hoje estas estruturas contam com o apoio do Tribunal de Justiça, Governo Estadual e Ministério Público. Hoje, terça-feira, (06/03) será montado um palco na Quadra Poliesportiva Santanense, para receber shows gospel. Com o tema: “Amando o próximo, amarás a Cristo”, a atração principal será com o Deputado Federal e membro ativo da Canção Nova, Eros Biondini. A banda, Lírios do Vale fará a abertura da atividade. A verba desse evento será usada para a compra de colchões, roupas de cama e reforma interna dos dormitórios. Os presos terão o dia de folga para receber visita supervisionada dos familiares.
Os ingressos estão sendo comercializados somente no município, pelo valor de R$15,00 na Casa Paroquial Santanense e na Loja Jardim de Deus. O evento está sendo apoiado pela APAC, Canção Nova e pela Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados, que é a unidade central das APAC’s citadas na matéria.
Voluntário da APAC Itaúna e mentor do evento, Sérgio Cristiano Sobreira Ferreira disse acreditar em uma reviravolta comportamental e falou que o show é um motivo a mais para ajudar os detentos. “Acredito na mudança dos presidiários, pois, eu mesmo fiquei detido por 9 anos e agora estou em processo de recuperação. Este evento serve até como reflexão, para tentar ajudar os presos a se tornarem homens de bem e se reintegrarem na sociedade, livrando-se assim do preconceito.” ressaltou Sérgio.
Para maiores informações a respeito do show, o telefone de contato é (037) 3241-1596.

 

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.