terça-feira, 22 de Outubro de 2019 20:52h Portal G37

Sintram diz que foi surpreendida pela notícia do parcelamento dos salários dos servidores em Divinópolis.

O discurso da administração é sempre o mesmo e mostra a falta de planejamento e no demasiado inchaço da máquina pública para atender compromissos eleitoreiros.

A diretoria do Sintram informa aos servidores públicos municipais de
Divinópolis e a imprensa que o ofício comunicando a possibilidade de
parcelamento de salários pela Prefeitura de Divinópolis foi protocolado no
final do expediente de ontem, às 17h20.

 

  Ao contrário da nota enviada à imprensa que sugere que  os sindicatos
estariam já cientes da situação, a diretoria esclarece que foi surpreendida
pela notícia, assim como a categoria, já que não houve tempo hábil para
qualquer comunicado aos servidores. Sequer uma reunião entre as partes de
modo a prevenir o funcionalismo sobre o atraso de salários foi realizada.

É importante destacar que no ofício enviado ao Sintram, a administração não
detalha quando será feito o parcelamento e nem de que forma, apenas cita que
"admite a possibilidade de parcelamentos das folhas dos servidores nos
próximos meses".

 

A atitude demonstra a total falta de planejamento da administração - como já
denunciado várias vezes pelo Sintram - e mais uma vez o desrespeito ao
servidor municipal, que espera ao final do mês o pagamento de seu salário,
obrigação de todo patrão, para que o trabalhador possa cumprir com suas
despesas mensais.

 

O discurso da administração é sempre o mesmo de confisco de recursos e queda
na arrecadação, curioso que as ações  também são sempre as mesmas e se
resumem na falta de planejamento e no demasiado inchaço da máquina pública
para atender compromissos eleitoreiros.

 

Comunicamos que a diretoria do sindicato irá oficiar a administração para
que o mais breve possível seja repassado detalhes da situação financeira do
município  e as datas previstas de pagamento aos servidores. Estando de
posse dessas informações, o Sintram convocará uma assembleia para
deliberação da categoria sobre esses parcelamentos.