terça-feira, 11 de Outubro de 2016 18:22h Pollyanna Martins

Sinvesd quer retomar terreno para construir Centro Tecnológico do Vestuário

O propósito do projeto é fazer um Centro Industrial nos moldes do que já existe no bairro Icaraí, porém voltado para as confecções

POLLYANNA MARTINS
pollyanna.martins@gazetaoeste.com.br

 

O Sindicato da Indústria do Vestuário de Divinópolis (Sin­vesd) quer retomar um terreno para a construção do Centro Tecnológico do Vestuário. Em uma reunião com o prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo, na última sexta-feira (7), o pre­sidente do sindicato, Marcos Ribeiro, solicitou a interme­diação do prefeito junto ao Go­verno de Minas, para que seja retomado o terreno ao qual foi doado através do Estado para o município, visando à criação do Centro. De acordo com Marcos, o projeto foi idealiza­do há mais de dois anos, mas só agora foi colocado em foco novamente. “A importância [do terreno] para nós do setor e para a cidade de Divinópolis é grande, devido ao nosso seg­mento contribuir muito para o crescimento da cidade, apesar da crise nacional que estamos passando”, avalia.

Durante o encontro com o prefeito, foi redigido um documento, que será levado junto ao Governo do Estado, em parceria também com a Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), para que o projeto do Centro da Confec­ção seja retomado o quanto antes. “É um pleito importante para o desenvolvimento eco­nômico do município e região. É uma aspiração muito antiga e, por problemas conjunturais da época, não foi possível a im­plantação, mesmo com a doa­ção de um terreno, de um Cen­tro Tecnológico voltado para a confecção”, esclarece. Os dois terrenos desejados pelo Sinvesd somam 245 mil m², no Grotão da Serra do Quin­tal. A construção do Centro dará suporte para as empresas da cidade e também para os parceiros das indústrias que prestam serviços terceirizados, como: facções, lavanderias, bordados. “O propósito do pro­jeto é que se faça um Centro Industrial nos moldes do que já existe na região do bairro Icaraí, só que totalmente vol­tado para a confecção”, explica.

Conforme Marcos, após a elaboração do documento, o sindicato precisa do apoio do governador, Fernando Pimen­tel (PT), para que o projeto seja enviado à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e, em seguida, seja apreciado e votado na Câmara de Vereadores de Divinópo­lis. “[Esse processo] é para que, assim, possamos dar início ao Projeto”, acrescenta. O Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Paulo dos César dos Santos, o Procurador Geral do Município, Rogério Farne­se, o presidente da Câmara Municipal, Rodrigo Kaboja, e o vice-presidente do Sinvesd, Mauro Melo Júnior (Júnior Chumbrega), também partici­param da reunião. O secretário municipal de desenvolvimen­to econômico garantiu que o município ajudará para que o centro seja construído. “Esse terreno havia perdido os pra­zos e o Sinvesd preocupado com a melhor capacitação, investimento e o fomento na área da confecção nos traz essa demanda e o município vai ajudar”, afirma.

PREFEITURA

A assessoria de impren­sa de Divinópolis esclareceu que o Estado havia doado o terreno ao município, para que pequenas empresas se instalassem no local, por meio de um consórcio. As empresas não cumpriram o prazo e o ter­reno foi devolvido ao Estado. Com o interesse do Sinvesd em construir o Centro Tecnológico do Vestuário no local, o terreno foi solicitado mais uma vez.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.