terça-feira, 24 de Novembro de 2015 09:19h Atualizado em 24 de Novembro de 2015 às 09:21h. Mariana Gonçalves

Taxistas questionam adequações feitas no terminal rodoviário

O município, por meio da Prefeitura, dispõe na rodoviária um ponto fixo de táxi, no entanto, aqueles taxistas que não pertencem a esse ponto fixo também podem estacionar no local, desde que seja no espaço reservado a eles

Recentemente, a Secretaria de Trânsito e Transportes (Settrans) realizou algumas adequações no espaço destinado aos taxistas rotativos (aqueles que não são fixos da rodoviária), porém, essa melhoria não agradou muito algumas pessoas da categoria.
Segundo nos relatou um taxista, que preferiu não ter sua identidade revelada, o que ocorre no local é o seguinte. “Fizeram um faixa só para os táxis rotativos, a obra em si não é algo ruim, porque aumentou o nosso espaço, fizeram um calçadão também, só que estamos prejudicados pela posição que nos colocaram, estamos bem atrás do local que parávamos antes. Quando o cliente desembarca e vem procurar táxi, ele só vê os do ponto fixo, e quando não tem nenhum carro parado lá, acaba que essa pessoa não nos vê aqui atrás, para que isso ocorra, ela tem que sair de dentro da rodoviária”, comentou.
O taxista pontuou as dificuldades em atender aos usuários do terminal depois dessa mudança de espaço. “Tem clientes que já nos reclamaram o fato de ter que andar até aqui com malas pesadas, para entrar no carro. Antes, logo que chegava uma pessoa nos procurando era mais fácil da gente ver eles e ajudar, por exemplo, têm pessoas idosas que a gente ajuda carregando a mala, só que, como fomos colocados atrás, é até difícil ver quem está procurando um táxi”, afirmou.
Ainda conforme o taxista, ele e demais companheiros, que atuam no ponto rotativo, não querem atrapalhar os motoristas do ponto fixo, eles apenas questionam quanto às readequações de espaço. “Qual a diferença em ter deixado os seis carros do ponto fixo e os nossos na mesma direção? A modificação trouxe uma faixa maior, mas, em contrapartida, nos colocou em desvantagem, por termos ficado mais atrás” completou.

 

 

SINDICATO

O presidente do Sindicato dos Condutores Autônomo de Veículos Rodoviários de Divinópolis, João Manoel Alves, disse que o espaço da rodoviária da forma como estava, comportava mal os taxistas e até mesmo os demais veículos que circulavam na via. “Todos os taxistas têm o seu ponto, lá na rodoviária, fixo ficam seis carros, o que está acontecendo é que alguns motoristas rotativos estão chegando lá e querendo fazer do espaço o seu ponto fixo e isso não dá. O ponto rotativo que temos lá, é para todos os taxistas da cidade e não somente de alguns, como tem acontecido”, destaca.
De acordo com João, um dos motivos que levou até mesmo a Settrans fazer a adequação é o fato de que algumas leis de trânsito não estavam sendo respeitadas. “Num lugar que eram pra ficar seis, ficam vinte veículos, prejudicando até mesmo o movimento no terminal, então, a Settrans os colocou um pouco mais atrás de onde estão os fixos, para melhorar essa situação”, encerra.

 

 

SETTRANS

A reportagem acionou a assessoria de comunicação da Prefeitura para obter mais informações com a Settrans, porém, fomos informados que o secretário se encontrava em reunião durante todo o dia.

 

 

Créditos: Mariana Gonçalves

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.