sexta-feira, 21 de Agosto de 2015 10:16h Atualizado em 21 de Agosto de 2015 às 10:22h. Lorena Silva

Tempo seco faz número de queimadas aumentar em Divinópolis

Concessionária promove campanha na MG-050 para alertar usuários sobre os perigos dos focos de incêndio às margens da rodovia

O tempo seco e a falta de chuvas são fatores que têm influenciado para que o número de queimadas em Divinópolis aumente. De acordo com o Corpo de Bombeiros, em junho foram registrados sete incêndios em lotes vagos no município, número que subiu para 28 em julho. Apesar dos dados das ocorrências de agosto ainda não terem sido divulgados, houve um aumento considerável, aponta o tenente Thiago Boaventura.

“Devido à estação, [com] esse período muito seco, falta de chuvas, a gente percebe um aumento considerável no número de incêndios. Aliado ao tempo ruim, condições climáticas desfavoráveis, a gente percebe também que a população, ao invés da roça das propriedades, costuma atear fogo, alastrando esse incêndio para matas maiores e para locais de difícil acesso, complicando o nosso trabalho também”, pontua.

Basta percorrer algumas regiões da cidade para avistar incêndios em lotes vagos ou indícios de matas que foram queimadas recentemente. No entanto, segundo o tenente, não há uma região do município que concentre o maior número de focos de incêndios, apesar das ocorrências serem frequentes na região da Mata do Noé, que fica entre os bairros Esplanada e Antônio Fonseca.

Para tentar controlar o problema, o tenente dá algumas orientações. “Em primeiro lugar, não atear fogo, principalmente para limpar propriedades e lotes. Sempre fazer a roça do lote ao invés de atear fogo. E sempre que perceber uma mata ou alguma região de difícil acesso que está incendiando, entrar em contato pelo 193 para fazer esse combate o mais rápido possível.”

 

CAMPANHA NA MG-050

Visando alertar os motoristas sobre os perigos de focos de incêndio nas rodovias, a Concessionária Nascentes das Gerais, que administra o trecho da MG-050 – que vai de Juatuba, região metropolitana de Belo Horizonte, a São Sebastião do Paraíso, divisa de Minas com São Paulo – inicia uma campanha na próxima segunda-feira contra as queimadas.

Até a sexta-feira (28), a concessionária distribuirá folders com informações de cuidados simples que podem impedir o surgimento de incêndios às margens da via. No material a ser entregue, a Nascentes das Gerais lembra que as origens da maior parte dos incêndios são causadas pelos próprios usuários, por meio de desmatamentos, bitucas de cigarro e queimas de lixo, por exemplo.

Segundo a Nascentes, em caso de incêndio, o usuário deve entrar em contato imediatamente com o Centro de Controle Operacional (CCO) da AB Nascentes das Gerais pelo telefone 0800 282 0505 ou com o Corpo de Bombeiros pelo 193. “Diante das condições climáticas, qualquer ação, por mais simples que seja, pode causar um incêndio. Isso causa danos ao meio ambiente e coloca em risco o usuário”, comenta o gestor de operações da Nascentes das Gerais, Marcelo Aguiar.

Caso o condutor se depare com um incêndio às margens da rodovia, Aguiar recomenda que as janelas sejam fechadas e seja mantida uma distância segura do veículo da frente e o farol baixo fique aceso. “O pisca alerta não deve ser ligado e em hipótese alguma não parar na faixa de rolamento.”

 

Crédito: Lorena Silva

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.