quarta-feira, 4 de Março de 2015 12:30h

Trabalho realizado no Sersam ganha destaque estadual

A farmacêutica da Secretaria Municipal de Saúde/Diretoria de Saúde Mental, Rose Amaral Dias Ribeiro, ganhou destaque na revista do Conselho Regional de Farmácia no ano passado

A profissional desenvolveu um trabalho no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS III)/Serviço de Referência em Saúde Mental (Sersam) vinculado a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) da Prefeitura de Divinópolis.
Rose Amaral, que também é preceptora da Universidade Federal de São João Del Rey (UFSJ, conta que com o trabalho dos estagiários do curso de farmácia desta instituição de ensino tem sido possível inovar no atendimento aos pacientes do Sersam. “Com os alunos, temos realizado vários momentos”, explica Rose. A gincana educativa sobre o uso correto de medicamentos é um deles e conta com a participação efetiva dos pacientes e até premiação.

Outra ação importante a favor dos usuários do Sersam foi à descentralização da farmácia que fazia a distribuição dos medicamentos. “Com a descentralização todos agora têm acesso ao medicamento, em qualquer uma das farmácias do município, uma forma também de serem acolhidos pela sociedade. Assim, as consultas psiquiátricas são realizadas no Sersam e os medicamentos podem ser fornecidos mês a mês na farmácia pública mais próxima da casa dos pacientes”, destacou.

O Sersam de Divinópolis tem cadastrados 16 mil usuários. Lá eles contam com atendimento especializado médico psiquiátrico, ambulatorial, de urgência e emergência e do CAPS III. A família também recebe apoio e orientação. A equipe que atua no Sersam é multifuncional e conta com assistente social, enfermeiro, farmacêutico, psicólogo, psiquiatra e terapeuta ocupacional.
“Na primeira oficina que realizei pedi que cada paciente expressasse em palavras, escritas ou ditas, ou em um desenho, o que seria saúde. Um paciente esquizofrênico grave fez um rabisco no papel e então lhe perguntei o que significava. Ele me disse: ‘Não está lendo? Saúde é isso! É se sentir bem’. Nesse dia, todos falaram muito e chegamos a uma conclusão: a saúde está relacionada não só com o bem-estar físico e mental, mas com o equilíbrio e a harmonia das relações com a comunidade e a família”, disse Rose à revista do Conselho Regional de Farmácia.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.