sábado, 4 de Julho de 2015 06:35h Atualizado em 4 de Julho de 2015 às 06:37h. Jotha Lee

Trânsito ganha pacotão de mudanças com novas mãos únicas e ampliação do rotativo

Prefeito admite que restrição de circulação de ônibus de passageiros na área Central pode ser revista

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settrans) iniciou esta semana a implantação de um pacotão de medidas no trânsito, que têm por objetivo dar maior fluidez e segurança ao tráfego e ampliar as vagas de estacionamento rotativo. O pacotão foi inaugurado na quarta-feira, quando entrou em vigor a medida polêmica de retirada das linhas intermunicipais e interestaduais de transporte de passageiros da área Central. Através de decreto, o prefeito, Vladimir Azevedo (PSDB), oficializou a medida, que restringe a circulação na região Central dos ônibus que servem cidades acima de 40 quilômetros de distância de Divinópolis. Os coletivos não poderão passar pela área Central na saída de Divinópolis para as cidades de destino. Já o acesso pela região Central está permitido na chegada a Divinópolis.
Para o prefeito Vladimir Azevedo, a restrição de circulação dos ônibus na região Central vai trazer melhorias significativas para o tráfego. “Nós temos um impacto muito grande de trânsito e todo um desequilíbrio de funcionamento do terminal rodoviário. Somando tudo isso, além de estudos da Settrans, conseguimos chegar a um bom termo, separando os municípios num raio de quarenta quilômetros, e restringindo a medida apenas para a saída dos ônibus da cidade, para minimizar o impacto dessas medidas, principalmente para o cidadão de fora do município”, explicou. “Essas alterações podem ser revistas, estamos abertos à discussão, acho que é sempre um processo de aprimoramento”, completou.

 

MÃO ÚNICA
Para os próximos meses, o prefeito já anuncia a implantação de mão única em diversas ruas do eixo Central. A data para a aplicação das alterações ainda não está prevista, mas ele garante que as medidas entram em vigor ainda neste segundo semestre. De acordo com Vladimir Azevedo, a Avenida Paraná e a Rua Espírito Santo passam a ser mão única em toda sua extensão. Atualmente, a Rua Paraná é mão única a partir da Rua Goiás, sentido Parque de Exposições. Com a alteração, passa a ser mão única até a Avenida Divino Espírito Santo.
Já a Rua Espírito Santo dará sequência ao sistema de mão única da Rua Castro Alves, principal ligação da região Sudoeste com a zona Central, além de ser o principal acesso para o motorista que chega pela BR-494 no sentido BR-262.
A Rua Rio de Janeiro passará a ser mão única até a Paraná, no sentido Centro/bairro, enquanto a Paraíba, funcionará no sentido único bairro/Centro da Rua Paraná até a Avenida Getúlio Vargas. Vladimir Azevedo acredita que a medida vai agradar a maioria. “Toda medida de trânsito é assim, agrada a metade e desagrada a metade. Mas são questões necessárias de uma cidade que cresce por si e que tem um crescimento da frota ainda muito maior”, avaliou.

 

ROTATIVO
Outra medida que vigora desde ontem é a ampliação do estacionamento rotativo, que ganha cinco novas áreas delimitadas e taxadas para o serviço. As novas áreas estão localizadas fora do eixo comercial e apontam que a grande quantidade de veículos que circulam na cidade exige cada vez mais vagas para estacionamento, mesmo que as novas áreas estejam distantes do centro financeiro e comercial.
Segundo um levantamento feito pela Settrans, a região Central comporta a implantação, em etapas, de aproximadamente 3,5 mil vagas destinadas a veículos quatro rodas. Atualmente, apenas 2 mil são utilizadas. Nessa etapa de ampliação do estacionamento rotativo, serão cinco novas áreas, com abertura de aproximadamente 400 vagas para veículos quatro rodas.
O estacionamento rotativo, que está para ser terceirizado, rendeu em 2014 R$ 1,3 milhão. Esse ano, até início de junho, a Prefeitura faturou R$ 733 mil com o rotativo. Na sessão do dia 16 do mês passado, foi aprovado em regime de urgência pela Câmara Municipal o projeto de Lei EM 028/2015, que define regras para a terceirização do serviço de estacionamento rotativo na área urbana de Divinópolis. Com a aprovação da proposta, o município deve lançar nos próximos dias o edital para a abertura do processo licitatório.
As modificações no trânsito são uma exigência natural diante do pesado tráfego que hoje atinge as principais artérias e regiões da cidade. De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), em 2005 a frota da cidade era de 60.643 carros, subindo para 125.658 automóveis, o que significa crescimento de 207,21% em 10 anos.
Veja os locais que passam a ser estacionamento rotativo:

 

LOCAL ÁREA DE DELIMITAÇÃO
Avenida 21 de Abril Entre ruas Sergipe e Ceará
Rua Bahia Entre ruas Pernambuco e Minas Gerais
Rua Mato Grosso Entre ruas Pernambuco e Minas Gerais
Rua Maranhão Entre ruas Pernambuco e Minas Gerais
Avenida Amazonas Entre ruas Pernambuco e Minas Gerais

 

Crédito: Jotha Lee

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.