terça-feira, 6 de Novembro de 2012 04:52h Luciano Eurides

Tupy é o campeão amador 2012

O campeonato adulto da Liga Municipal de Desportos de Divinópolis (LMDD) chegou ao fim e teve o Tupy da cidade de Carmo do Cajuru como grande campeão. O time soube jogar com a vantagem conquistada na primeira parte e paciência para matar o jogo na hora certa. O Alvinegro venceu por 2x0, gols de Cleiton e Tebinha.

 


O Jusa Fonseca foi melhor em campo por 80 minutos. No final da partida o Tupy marcou os gols sacramentando a vitória. Logo no início da partida Ramon lançou Nilmar que em posição legal chutou de primeira e Nenem fez uma grande defesa. Outros jogadores criaram oportunidades, Leandro infiltrou e chutou na rede pelo lado de fora e Jannser de cabeça foi atrapalhado pelo goleiro. O Tupy somente chegou aos 38 minutos, Léo chutou cruzado e o zagueiro tirou a bola sobre a linha, como manda a regra a bola tem de ultrapassar a meta, a arbitragem acertava pela segunda vez em lance crucial.

 


O trio de arbitragem formado por  Robson Lacerda, Rinaldo Cunha e Humberto João tiveram trabalho na primeira etapa, foram expulsos Valdeci e Alessandro. Isso não alterou o jeito das equipes jogar, mas o Tupy se fechava no meio campo, nem mesmo Bruno, acostumado a jogar praticamente de ponta, estava implacável na marcação. Na segunda etapa substituições dos dois lados, mas foi a entrada de Tebinha na equipe de Carmo do Cajuru que mudou a história da partida.

 


O atacante Cajuruense conseguiu a expulsão de Leandro, e com vantagem numérica Cleiton se arriscou e conseguiu no contra ataque e iniciou a festa. Tebinha merecia e fez o segundo concretizando o título de campeão.  Embora Tebinha tenha incendiado a partida é sempre importante lembrar a magnífica defesa de Nenem no inicio do jogo, se Nilmar não é interrompido, certamente a história do jogo poderia ter mudado. Aos 36 anos, com experiência, Nenem fala da conquista. “Sim sou um dos mais velhos em campo, e a experiência no amador manda muito. Na defesa, não vou mentir, peguei no susto, mas ajudou o trabalho dos meninos. Merecemos o título desde o inicio, o goleiro titular é o Liquinho, eu vim para somar e ele merece tanto o título quanto eu”, disse.

 


O Tupi não teve um ano fácil, campo interditado, gastos com a adequação do estádio e com isso o investimento financeiro na competição foi comprometido, pois mão houve venda de ingresso. A taça de campeão emocionou Passarinho, diretor, torcedor e pai de atleta. “Alegria muito grande, agradecer aos atletas e a família Tupi que ajudaram na conquista desse título e foi muito importante, por meio de muita dificuldade e trabalho, mais um ano campeão ” falou.

 


O presidente da LMDD, José Donizete Gulu entregou o troféu e saldou as equipes participantes. “Agradecer ao Jusa Fonseca pela grande partida, ao Tupi, ao Roberto presidente, são grandes time e batalhadores ” declarou.

 

CONCEITO

 


Embora o índice técnico de todas as competições esteja caindo assustadoramente a final do Campeonato Amador foi repleta de jovens atletas, candidatos a fazerem a própria história e resgatar o futebol de campo. O respeito  e a amizade entre eles fez a partida ser de muita rivalidade, sem deslealdade. O Jusa Fonseca, equipe que mais cresce na cidade, isso se repete nas categorias de base e de onde vieram  atletas que irão render muitos títulos. Iram Júnior conseguiu ultrapassar a barreira que impedia a mescla de juventude e experiência. O Azulão não ficou com o título, mas tem um futuro longo. O Tupy mata um leão a cada dia, mostrou a força dentro e fora de campo, soube jogar contra o adversário nos domínios inimigos e leva, de forma incontestável o troféu de campeão.
 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.