quarta-feira, 18 de Novembro de 2015 09:14h Atualizado em 18 de Novembro de 2015 às 09:17h. Mariana Gonçalves

Várias ruas da cidade que já receberam pavimentação há tempos não possuem sinalização até hoje

O conjunto de sinalização, sendo ele por meio de placas e/ou de pintura estratigráfica, é de extrema importância numa via, além de servir como orientação para os motoristas, é também um valioso recurso de segurança para pedestres

Em Divinópolis, existem diversas vias que já receberam, por exemplo, quebra-molas ou somente asfaltamento há bastante tempo, mas até hoje nunca chegaram a ter uma pintura estratigráfica. Nossa equipe de reportagem tem recebido reclamações constantes deste problema, por isso, fomos às ruas conferir de perto essa realidade.
No bairro Afonso Pena, a principal via de acesso a essa região, na realidade, necessita de uma manutenção em sua sinalização. Em alguns trechos, as pinturas no chão quase não são vistas mais. Fomos também ao barro Liberdade – local muito usado hoje pelas autoescolas da cidade para o treinamento de futuros condutores, lá, a situação também é de um reforço na pintura.
No bairro Halim Souki, as vias asfaltadas também necessitam de manutenção quanto à sinalização. Os bairros Nossa Senhora das Graças, Padre Eustáquio, Dona Rosa, Santa Rosa e a via de principal acesso ao Terra Azul já receberam pavimentação há pouco mais de um ano, no entanto, há locais que carecem de sinalização e outros de manutenção também.
Um dos locais que mais chamou a atenção de nossa reportagem foi a Avenida Ayrton Senna (acesso de locais como Dona Rosa, Santa Rosa, rota muito utilizada também por condutores que desejam fugir do grande fluxo de veículos da Rua Bom Sucesso), a via foi asfaltada há mais de dez anos e, conforme moradores, nunca chegou a receber a sinalização estratigráfica. Devido às péssimas condições do asfalto, constantemente, essa avenida recebe operações do tipo Tapa-Buraco. Ao trafegarmos pela rua, notamos que os quebra-molas não estão pintados, sinalizando sua existência somente com placas, uma está, inclusive, escondida em meio a galhos de árvore.
Outro ponto que também nos chamou a atenção foi a Avenida Jesus Jota – inclusive, o local já esteve citado em diversas outras matérias já publicadas pelo Jornal Gazeta. A via de acesso 'rápido' à UPA 24 horas, após mais de um ano, enfim recebeu redutores de velocidade, mas estes, até o momento, também não foram sinalizados com pintura.

 

 

CRONOGRAMA

A reportagem conversou com o Secretário Municipal de Trânsito e Transportes, Simonides Quadros, sobre o assunto.
De inicio, ele explicou sobre a Avenida Jesus Jota, alegando que a demora na sinalização se trata de um problema com a empresa responsável pela execução da pavimentação na via. “O asfaltamento da Jesus Jota é de um contrato de financiamento com a Caixa Econômica Federal, onde a pintura estratigráfica faz parte do contrato, sendo definido que a mesma empresa que prestou o serviço de asfaltamento prestaria também o serviço de pintura, porém, teve um problema no contrato, onde a empresa não executou o serviço e esse contrato foi cancelado. A Usina de Projetos está licitando, de novo, uma nova empresa para fazer essa pintura, tanto na Jesus Jota como na Rua Espírito Santo, no Sidil, e na Rua Paraíba”, pontua.
De acordo com o Secretário, a Avenida Ayrton Senna já recebeu em outras ocasiões a pintura estratigráfica, no entanto, ele destaca que a mesma necessita de uma manutenção. Assim também, ele coloca a situação da Bolívia. “A Settrans está fazendo manutenção na cidade, esses dias mesmo, estamos mexendo na Avenida JK, no Bom Pastor, fizemos recentemente na Magalhães Pinto, também na área central – na Rua Minas Gerais, Getúlio Vargas, prestamos essa manutenção, mas é um serviço noturno, e, às vezes, as pessoas não verão essa execução. Agora até estamos parados, porque pintura não combina com chuva, não dá, mas faremos essa manutenção”, acrescenta.
O Secretário falou também que existe um cronograma de manutenção, onde as vias citadas na matéria já estão inclusas. “Estas vias estão em nosso calendário de manutenção, como todas as entradas da cidade como, Autorama, Paraná, Castro Alves, Goiás, Rio de Janeiro, vamos dar uma manutenção em todas as entradas da cidade, o prefeito nos pediu uma atenção especial, principalmente, nessas vias, que são maiores corredores, só que essa manutenção, como acontece no dia-a-dia, às vezes as pessoas não notam”, completa Simonides.

 

Créditos: Mariana Gonçalves

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.