quarta-feira, 24 de Outubro de 2012 10:17h Luciano Eurides

Vasco da Gama goleia mais uma vez pela Imef

Uma equipe de futebol deve estar preparada para os problemas possíveis dentro de uma competição. Contusões e suspensões são as mais comuns. O Vasco da Gama diante da Portuguesa, pela categoria juvenil da Imef, que é o Instituto Mineiro de Escolinhas de Futebol, demonstrou ter elenco e plano e B. Goleou o time de Venda Nova por 6x0 e nem sequer usou todos os jogadores titulares. Bruno fez cinco gols e foi o artilheiro da partida.

 


O zagueiro titular pela esquerda Gabriel Cromado cumpria suspensão, o meia atacante Higor sofreu uma contusão no treino de quinta-feira e foi poupado. O atacante Mateus, homem de finalização do time também não jogou e mesmo com uma equipe quase mista, o Vasco da Gama comandou o jogo. Houve erros, um deles é a escolha do lado para a saída com a bola. As melhores jogadas eram construídas pela esquerda e o time insistia em jogar pela direita. A demora na observação do lado menos congestionado é um dos elementos a ser trabalhado, embora o fato em questão, nessa fase da competição, não trás problemas ao desempenho individual dos atletas.

 


Qualidade individual que cresce a cada partida. O primeiro lance importante foi aos 16 minutos, quando Léo Ribeiro recuperou a bola no campo de defesa, conduziu até a intermediária e chutou, a bola tocou na trave e voltou nas mãos do goleiro do Palestra. Aos 19, João Pedro foi na linha de fundo e cruzou. A bola passou por todo mundo e na recuperação da Portuguesa, deram no pé de Bruno que não aproveitou.

 


O primeiro gol da partida saiu aos 28 minutos quando Bruno percebeu que o zagueiro da Portuguesa havia perdido o tempo de bola, se posicionou e ganhou o lance e na saída do goleiro, com muita categoria colocou por cima e abriu o placar. Aos 32, Bruno recebeu a bola dentro da pequena área e só teve o trabalho de empurrar para dentro do gol, e fazer o segundo do Vasco. Aos 34, Leozinho recebeu a bola na linha de fundo, brigou muito com a bola, conseguiu enfim tocar para Bruno que fez o terceiro.

 


No segundo tempo, logo aos dois minutos Mateus Souza fez a jogada pela direita e tocou para Bruno fazer o quarto gol. Logo em seguida a melhor chance da Portuguesa em toda a partida. Diogo com o braço empurrou o atacante dentro da área. Pênalti marcado , cobrado e defendido por Gabriel. A resposta do Vasco da Gama foi com Mateus Souza, ele sofreu falta pela esquerda. Junior Marçal se encarregou da cobrança e marcou o quinto gol. Para fechar a goleada o artilheiro da partida recebeu o lançamento, o goleiro saiu todo atrapalhado, trombou e a bola entrou foi o sexto do Vasco da Gama e o quinto de bruno no jogo.

 


Para Gilmar, que ocupa interinamente o cargo de treinador da equipe, o time soube se portar bem, mesmo com desfalques importantes. “Já conhecíamos o passado do time deles, só fizeram um ponto até agora e resolvemos colocar todos para jogar e dar oportunidades a outros. Muitos surpreenderam, temos o Junior Marçal que voltou bem, o Igor de Montes Claros, entrou bem, o Gustavo que está tendo sua oportunidade e os dois meninos que chegaram agora, o Leozinho e o João Paulo que entraram e agradaram”, disse.

 


Segundo Bruno, artilheiro do jogo, essa é uma oportunidade para o crescimento do atleta em fazer mais de uma função e aproveitou para lavar a alma. “Foi bom, eu estava precisando , não conseguia fazer mais de um gol partida e hoje graças a Deus deu tudo certo e consegui ajudar o time”, falou e ressaltou o fato de muitos jogadores entrarem na equipe e o ritmo ter se mantido. “O time precisa disso porque um time de apenas onze jogadores ganha jogo, mas não ganha campeonato e nosso time está mostrando que tem um grupo muito forte e quem entra está correspondendo e vamos buscar o título”  disse e também falou sobre a disposição em jogar em mais de uma função. “O Mateus não pode vir e me colocaram lá, faço essa função também e jogo mais pela beirada, mas se precisar, pode contar comigo lá”, considerou.

 


O Vasco da Gama ainda faz duas partidas pela Imef, ambas fora de casa. O outro representante divinopolitano na categoria juvenil da Imef, o União Belvedere, perdeu por 1x0 em Lagoa Santa, frente o América.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.