quarta-feira, 23 de Setembro de 2015 11:02h

Vladimir Azevedo apresenta selo e resultados da 35ª Melhor Cidade do Brasil

O Prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo, lançou nesta quarta-feira (23/09), o selo da revista Istoé classificando a “Cidade do Divino” como a 35ª Melhor Cidade de Minas Gerais

O evento foi realizado do auditório da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) e contou com a participação de empresários, autoridades, secretários municipais e convidados. Além do lançamento, o prefeito apresentou os dados dos indicadores sociais responsáveis por colocar Divinópolis em destaque no cenário nacional.

 

O levantamento inédito, que envolveu os 5.565 municípios brasileiros, foi feito com base em mais de 200 indicadores, que foram agrupados em quatro pilares principais: Fiscal, Econômico, Social e Digital. O anuário premiou as cidades em 48 categorias, divididas entre os principais indicadores utilizados pela Austin Ratings para realizar o levantamento.

Divinópolis ficou no geral na 35º posição e nas cidades de grande porte na 33º lugar. Nos indicadores sociais, Divinópolis está em quinto lugar. Os indicadores sociais envolvem atenção ao jovem, educação, habitação e responsabilidade social.

Na atenção ao jovem o município proporcionou condições de emprego, nível de escolaridade e segurança colocando a cidade em 3º lugar no país neste quesito.

Na educação indica os avanços em elevar a frequência de crianças e jovens na escola, bem como a redução nas taxas de analfabetismo e o aumento na qualidade educacional. Com essas políticas, a cidade ficou na 5º posição do Brasil.

No quesito responsabilidade social, o índice revelou os avanços do município quanto ao apoio às pessoas vulneráveis, como crianças, mães chefes de família, idosos, condições dos domicílios. A pesquisa aponta que a cidade é a 7ª no ranking do brasileiro. Na habitação, a cidade está também 7º lugar quando se trata dos avanços no setor.

O prefeito de Divinópolis destacou que o resultado é a análise apurada de centenas de dados em várias áreas. “É uma conquista para cidade esse resultado e uma pesquisa realizado pela Austin Ratings, um instituto conceituado no Brasil. Numa análise de todos os municípios brasileiros com base nos dados da secretaria de Tesouro Nacional, IBGE, ministérios do governo federal, analisado 200 indicadores em quatro pilares. No ranking geral ficamos em 35º lugar, principalmente ficamos nesta classificação pelo pilar dos indicadores sociais, que são atenção ao jovem, responsabilidade social, habitação e educação, além da acessibilidade”, afirmou o prefeito.

Na opinião do prefeito, o resultado foi uma somatória e políticas públicas realizadas pelo município que alcançou o resultado expressivo no cenário nacional. “Nas políticas de responsabilidade social tem a questão da acessibilidade como a praça do Santuário e Poliesportivo. Temos a frota de ônibus também 100% acessível e ainda é uma das primeiras cidades a ter táxis adaptados. Somando as 80 crianças nos cinco abrigos mantidos pela prefeitura em conjunto com a políticas de atenção ao idoso. Também tem o Pré-Vestibular Popular, Fazendo Arte, Minha Cidade Lê, Escolhinhas de Esporte, além da dobra no atendimento ao Projeto Saúde da Família (PSF) e quando se cruza os resultados da cultura, esporte, saúde e o social os resultados aparecem e conseguimos esse reconhecimento”, afirmou o prefeito.

Ainda em discurso, Vladimir Azevedo ressaltou que o resultado é da sociedade divinopolitana. “O resultado alcançado não é da Prefeitura é da sociedade divinopolitana. O terceiro setor, empresários, voluntários sociais e, principalmente, os trabalhadores que somaram com conosco para fazer essa construção”, ressaltou.

O vice-prefeito de Divinópolis, Rodrigo Resende, destacou o trabalho realizado para alcançar o resultado.  “É um resultado do trabalho realizado, estamos no caminho certo nas áreas de educação, social, esporte, cultura e acessibilidade e a cidade é destaque no cenário nacional com esse resultado”, disse. 

 

Créditos: Juliano Vilela

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.