segunda-feira, 30 de Janeiro de 2012 18:23h Atualizado em 31 de Janeiro de 2012 às 09:55h. Marina de Morais

Volta às aulas: a expectativa das crianças e dos pais

Pais e crianças estão ansiosos para a volta à sala de aula. De acordo com mães, a escola não é importante apenas para aprendizado, mas para que a criança saiba conviver em sociedade

As aulas retornam na próxima semana, mas as crianças não são as únicas ansiosas: pais também já criam expectativas. Tatiana Lucília Zica, 25, é mãe de João Pedro, de 3 anos, que está matriculado na escola desde seu primeiro ano de vida e vai começar agora o maternal III.
Para a mãe, a escola não é local apenas aprendizagem. “É importante também pelo convívio social com crianças da sua idade, principalmente porque ele é filho único. Estando na escola desde novinho ele chegará à escola, com os 6 anos, mais sociável e com uma bagagem maior de aprendizado”, ela explica. Tatiana diz que a escola também auxilia na programação do dia, porque enquanto as mães trabalham os filhos vão à escola.
Tatiana também está se preparando para a volta às aulas do filho. “Os deveres da escola, são sempre feitos comigo ou com a avó dele. A gente tenta acompanhar ao máximo as atividades escolares, sempre questionando a professora sobre o andamento da criança no dia a dia escolar. Além de conversar regularmente com a própria criança sobre suas atividades na escola todos os dias”, conta.
A mãe diz que antes o garoto tinha muita dificuldade de aceitar ir para a escola, até que percebeu que o problema estava na própria escola. Foi então que ela resolveu trocá-lo de instituição. De acordo com ela, é muito importante que incentivar o gosto das crianças pela escola e pelos estudos.
Tatiana já comprou os materiais escolares do filho. Segundo ela, João gosta dos objetos porque estimulam a imaginação. “Ele está na fase de querer colorir, então ele fica empolgado. É muito importante, pois é neste momento que a criança está desenvolvendo sua personalidade e seus hábitos”, ela conta.
A mãe diz que não existe melhor lugar que a escola para as crianças no cotidiano atual, em que as mães estão fora trabalhando. Assim, as crianças utilizam o tempo longe da família para o aprendizado.


A volta às aulas como crescimento profissional

A expectativa não é apenas dos pequenos e suas mães. Mariana Azevedo, 21, está no quinto período de Administração de Empresas. Ela diz que este semestre está bastante empolgada com a volta as aulas, desde que viu amigos se formando. A universitária conta que quer alcançar vôos mais altos. “Quero me formar logo, porque quero crescer profissionalmente, conseguir me estabilizar. E através dos estudos eu sei que posso conseguir”, ela conta, animada.
Mariana diz que quer se dedicar e se esforçar bastante no novo ano de estudo, para poder absorver ao máximo o aprendizado nas salas de aula.
A estudante, que já atua no campo profissional de seu curso, diz que a escola é importante porque é ela que cria as estruturas do conhecimento. “É preciso estudar e aprender a teoria, para entender depois, na prática, como o mercado realmente é e o que ele espera de nós”, ela ressalta.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.