quinta-feira, 25 de Abril de 2019 16:48h Portal G37

Em vídeo, Galileu Machado responde ao deputado Cleitinho Azevedo .

A administração esclarece que, ao contrário do que foi dito, não procede a informação a respeito do início das obras.

Pautada pela seriedade no trato da coisa pública, compromisso primeiro da atual administração municipal, faz-se necessário esclarecimento sobre vídeo veiculado pelo Deputado Estadual, Cleitinho Azevedo, nas redes sociais acerca de obras de pavimentação em bairros de Divinópolis. A administração esclarece que, ao contrário do que foi dito, não procede a informação a respeito do início das obras.

Para comprovar a inconsistência, reproduz-se aqui a informação da Caixa Econômica Federal, agente financeiro responsável pela liberação dos recursos, em ofício encaminhado ao próprio deputado sob o número 377/2019 (Centro-Oeste de Minas), de 17 de abril de 2019. Diz o documento: “não existe a figura da autorização de início/retomada de obra por parte da Caixa, ficando a decisão do momento oportuno por conta do município. Porém, para que ocorra a retomada dos desembolsos, será exigida a prévia aprovação da reprogramação pela Caixa e o aceite do novo processo licitatório”.

É importante destacar aqui que hoje não existe essa aprovação por parte da Caixa, o que impossibilita o início das obras, conforme cópia anexa do ofício endereçado ao parlamentar. Assim, ao balançar um papel e dizer que a obra está liberada, o nobre deputado, além de não mostrar o teor do documento, falta com a verdade ao propagar informações infundadas.

Em 15 de abril, a Caixa solicitou ao município ajustes na documentação, o que foi providenciado no mesmo dia e remetido novamente ao banco. Com isso, a Administração aguarda a aprovação da reprogramação pela Caixa garantindo o desembolso dos recursos para que então a Prefeitura possa emitir a ordem de serviços. 

A administração ressalta ainda que atua de forma sistemática sobre o agente financiador dos recursos e também sobre os gestores dos Programas Saneamento Integrado e Pró-Transporte, em Brasília, para viabilizar essa importante obra, sonho de milhares de divinopolitanos. Graças a esse empenho da Prefeitura, tem sido sinalizada para breve a confirmação da liberação dos recursos. Qualquer outra notícia é mero factoide, fruto de interesses que não o bem comum. 

Diante disso, o deputado, que faz parte da base do governador Romeu Zema na Assembleia, pode concentrar a energia noutras tão importantes prioridades para o povo de Divinópolis. Aproveitando-se das possibilidades que a proximidade pode oferecer, solicitamos o empenho em sensibilizar o governador para liberar, em caráter de urgência, os medicamentos para os pacientes com câncer, serviço esse de responsabilidade do Estado, que foi por este cortado, conforme e-mail enviado ao secretário municipal de Saúde. Tal fato compromete o tratamento de quase 200 pacientes com câncer em Divinópolis.

Há ainda outras reivindicações importantes que merecem a atuação efetiva de todos os que compõem a base do governo mineiro, entre as quais o ressarcimento do dinheiro confiscado pelo governo de Minas ao povo de Divinópolis – são R$ 122 milhões, que poderiam ser gastos em obras, ações e serviços.

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.