Emissão de NFC-e para empresas será obrigatória em Minas Gerais a partir de Agosto.

A medida é válida para empresas com receita auferida no ano-base 2018 superior a R$ 120 mil até R$ 360 mil.

10 AGO 2021

A partir do dia 1º de agosto, os varejistas mineiros com receita bruta de até R$360 mil serão obrigados a se enquadrar na emissão da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e).

A NFC-e é um documento fiscal que se dá mediante a venda para consumidores finais (pessoas físicas ou empresas não contribuintes) e é uma opção mais barata do que o cupom fiscal. Para emiti-la, basta um sistema ou plataforma que realize este tipo de emissão, e não é necessária uma impressora especial.

Os empresários que ainda não se adequaram à legislação, precisam se regularizar para evitar punições.

Conheça o Minha Nota Fácil, o Emissor de NFC-e que vai deixar você em dia com as suas obrigações.

Clique e faça seu teste Gratuito Agora mesmo.

https://bit.ly/3BU3vPJ

© 2009-2021. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.