quarta-feira, 30 de Dezembro de 2015 10:02h Atualizado em 30 de Dezembro de 2015 às 10:05h.

A Primeira Liga, enfim, saiu do papel

Nesta segunda-feira, o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, revelou à Rádio Itatiaia que a direção do torneio fechou acordo exclusivo com a TV Globo para a transmissão das partidas em 2016

Ainda segundo o mandatário celeste, a divisão das cotas será definida em uma reunião na próxima semana, em Belo Horizonte. “Tem gente duvidando da Primeira Liga. Mas já está tudo acertado. Temos contrato com a emissora de televisão, vai ser a Globo. Ela vai pagar todas as despesas de viagem e de hospedagem, como faz no Campeonato Brasileiro, além de uma cota a ser dividida entre os 12 clubes que disputarão a competição, que está sendo estudada ainda. No dia 5 de janeiro, teremos aqui em Belo Horizonte uma assembleia-geral para definirmos isso”, declarou.
O campeão e o vice receberão um valor em dinheiro como bônus. “Há uma premiação para os dois primeiros colocados que está sendo estudada pela direção da Liga”, ressaltou Gilvan.
A arbitragem e como será feito os julgamentos dos atletas também estão definido. “A arbitragem vai ser da CBF. O (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) STJD já se prontificou a fornecer uma câmara que julgará os casos da Liga, que é um torneio de tiro curto e precisa ter um julgamento mais rápido”, disse.
A competição passou a ser vista com desconfiança após alguns problemas nos bastidores, como a saída do Cruzeiro – que não aceitou a indicação de Mario Celso Petraglia (Atlético-PR) para o cargo de co-presidente da Liga – e a volta do time celeste, após o recuo dos clubes, e a renúncia do diretor-executivo Alexandre Kalil.
Agora, a Liga está em busca de uma pessoa para o lugar de Kalil. “Estamos procurando o novo CEO da Liga, com um perfil que eles acham que deva ser alguém da área de marketing. Uma pessoa que busque receitas para que a Liga traga mais frutos para os clubes”, afirmou. “É um trabalho difícil, a gente sabe, porque se trata de um torneio curto em 2016. Mas para 2017, com tempo para elaborarmos um produto mais rentável, acredito que a gente possa conseguir incluir os jogos no calendário da CBF e, assim, outros clubes vão querer aderir à Liga”, completou.
Ainda segundo Gilvan, nesta reunião do dia 5, os clubes também decidirão se haverá eleição para um novo presidente da Liga, cargo ocupado pelo mandatário do Cruzeiro.
A competição começará no dia 27 de janeiro. A primeira rodada terá o clássico interestadual entre Atlético e Flamengo, pelo Grupo 3. No mesmo dia, o Cruzeiro visita o Criciúma pelo Grupo 2 e o Fluminense recebe o Atlético-PR em jogo válido pelo Grupo 1. Os gaúchos só jogam na quinta-feira. Serão apenas três rodadas na fase de grupos, sendo a segunda em 17 e 18 de fevereiro e a terceira em 9 e 10 de março. As semifinais serão em 23 e 24 de março e a decisão em 31 de março, sempre em jogo único.
A Primeira Liga contará com a presença de 12 equipes: América, Atlético, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Internacional, Atlético-PR, Coritiba, Criciúma, Avaí e Figueirense.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.