segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2013 05:39h

A realização de um sonho de menino

Vinícius Araújo falou da alegria de trabalhar com o elenco principal na Toca da Raposa II

Vinícius Araújo vive neste momento um sonho. Ele foi promovido das categorias de base para o elenco profissional do Cruzeiro. Nesta sexta-feira, o jovem atacante comemorou 20 anos de idade, empolgado com a nova fase no Clube, que defende desde os 14 anos. Em uma conversa com o Site Oficial do Cruzeiro, Vinícius Araújo falou da alegria de trabalhar com o elenco principal na Toca da Raposa II, agradeceu a Deus pelo crescimento profissional e falou do período de treinamentos do time estrelado, que só volta a atuar no dia 2 de março, contra o Tombense, no Mineirão, pela 4ª rodada do Campeonato Mineiro. Confira como foi o bate-papo com o atacante:
A cada dia, uma novidade para você aqui no time profissional. Depois da promoção, veio a primeira partida e o primeiro gol (na vitória de 4 a 1 sobre o Mamoré, em amistoso disputado em Patos de Minas), a primeira atuação no Mineirão (na vitória de 2 a 0 sobre o América-TO, pelo Mineiro), e agora o primeiro aniversário já na Toca da Raposa II.  “Fico mais feliz ainda, por passar o meu primeiro aniversário aqui no time profissional, na Toca II. É muito emocionante, é um privilégio estar aqui no profissional. Na base, sempre passei meu aniversário de férias. Mas estou tendo a oportunidade de estar aqui no elenco profissional, e é muito gratificante. Anteriormente, eu estava de férias em fevereiro, passava meu aniversário perto dos familiares. Neste ano, estou aqui na Toca II, trabalhando, e fico muito feliz por isso. Cada dia que eu chego para treinar, chego com mais disposição, chego alegre, feliz, esse é o espírito. Mais um ano de vida, a responsabilidade aumenta, a cobrança também vai aumentar. Tem que estar preparado, treinar bastante, aproveitar os treinamentos a cada dia. E comemorar e festejar bastante este ano que está sendo tão especial para mim. O ano passado foi importante para mim, espero que 2013 seja feliz e especial também”, falou.
Como o próximo jogo será apenas no dia 2 de março (uma vez que a partida contra o Atlético-MG, válida pela 3ª rodada do Mineiro foi antecipada, e vencida pelo Cruzeiro por 2 a 1, no dia 3 de fevereiro, na reabertura do Mineirão), os dias estão sendo de muito treinamento, incluindo o dia do aniversário. “É verdade. Neste final de semana não tem rodada, mas, como o professor falou, os treinamentos são muito importantes para corrigir as falhas que a gente teve durante o jogo, acertar a marcação, a bola parada que pode nos render mais gols. Ele sempre fala com a gente para aproveitar os treinamentos, fazer um treino melhor a cada dia. Essa preparação agora é importante para o grupo se entrosar ainda mais, melhorar o que é preciso melhorar, isso é fundamental para que, quando chegar no dia 2, a gente esteja bem preparado para desempenhar o melhor papel dentro de campo”, disse.
Se a concorrência no ataque já era grande, agora, com a chegada de Luan e o retorno de Borges, a disputa ficou ainda mais acirrada. “Isso é bom para o Cruzeiro, que só tem a ganhar com um grupo fortalecido. São mais opções de qualidade para o professor, uma dorzinha de cabeça a mais para ele. Num Clube grande como o Cruzeiro, sempre tem jogadores de qualidade chegando, cada dia chega um jogador diferente. Então, é preciso estar bem preparado. Eu procuro me preparar nos treinamentos, acho que é nos treinamentos que você ganha a condição de jogar, a confiança da comissão técnica. Estou procurando fazer o melhor possível. Sei que as coisas vão acontecer na hora certa. É preciso estar preparado para que, quando a oportunidade aparecer, eu possa agarrá-la. Tenho escutado tudo o que a comissão técnica tem me passado. Quando chegar no jogo, tenho que estar bem e pronto para fazer o que eu sei”, considerou.
Um presente de aniversário? “Acho que, primeiro, só tenho que agradecer a Deus por tudo o que vem acontecendo na minha vida. Foram muitas alegrias nos últimos anos, nesses últimos tempos, Ele tem me abençoado. Só tenho que agradecer, pedir muita saúde e paz, para mim e meus familiares, e que eu possa continuar trabalhando cada dia mais. E também queria pedir que meu primeiro gol pelo profissional em uma partida oficial saia rápido, para que eu possa comemorar com os meus familiares, companheiros e essa Torcida maravilhosa”, contou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.