quarta-feira, 1 de Abril de 2015 12:13h Atualizado em 1 de Abril de 2015 às 12:14h.

Aberta venda de ingressos da Olimpíada Rio 2016

A busca para garantir um dos 7,5 milhões de ingressos para os Jogos Olímpicos de 2016 começa oficialmente

O Comitê Rio abre a primeira fase da venda de ingressos pela internet. Todos que solicitarem bilhetes nesta etapa terão seus pedidos confirmados ou não por sorteios.
Os pedidos poderão ser feitos até o dia 30 de abril, e a data em que eles forem realizados não terá nenhuma influência no sorteio. Assim, não há necessidade em correr para acessar o portal rio2016.com/ingressos, o que poderia causar lentidão no site - repetindo o que aconteceu em 2013, quando foi aberta a primeira fase da venda de ingressos para a Copa do Mundo. “Estamos preparados para o caso de haver um alto número de acessos”, informou o Comitê Rio-2016. “O brasileiro tem o costume de querer o ingresso logo no primeiro dia.”
Quem se inscrever até o fim do próximo mês terá duas chances de conseguir um ingresso, já que participará de um primeiro sorteio em junho e, caso não seja contemplado, de um segundo em agosto.
Os demais terão que esperar até outubro, quando será aberta a etapa de venda direta com os ingressos remanescentes - e aí sim por ordem de chegada. Desde janeiro, quando o Rio-2016 abriu um “cadastro de interesse” em seu site, mais de 350 mil pessoas se inscreveram para receber informações sobre os esportes olímpicos. “A gente está fazendo todo o esforço para que, no mínimo, o número de cadastrados seja o mesmo dos que solicitem ingressos”, afirmou Mario Andrada, diretor de comunicação do comitê.
Os esportes mais procurados até o momento são vôlei, futebol, natação, atletismo, basquete e ginástica artística. O cadastro de interesse, contudo, não dá nenhuma garantia de aquisição de ingresso.
Do total de bilhetes que serão colocados à venda, mais da metade (3,8 milhões) serão oferecidos a até R$ 70, mas alguns ingressos chegam a custar R$ 1.200. As entradas mais baratas são uma tentativa de evitar que se repita o que aconteceu nos Jogos de Londres, em 2012, quando mais de um milhão de ingressos para o torneio de futebol acabaram encalhados.
O futebol não é uma preocupação do Rio-2016 - a disputa entre capitais para serem subsedes da modalidade é uma prova disso -, mas esportes menos badalados no país merecem atenção especial da entidade. “A gente não tem receio (de encalhe), mas é claro que nos esportes menos conhecidos a gente vai ter que caprichar, contando a história, divulgando melhor quem são os grandes medalhistas, de onde vêm, os ídolos, os heróis, os segredos”, considerou Andrada.
Apesar de não citar as modalidades, existe uma preocupação do Rio-2016 com a procura de ingressos para as competições de hóquei sobre grama, badminton, golfe, entre outros, de pouco apelo entre os brasileiros. Alguns esportes ainda poderão ser acompanhados gratuitamente, como, por exemplo, remo e ciclismo de estrada.
Há duas semanas, os organizadores dos Jogos informaram ter detectado uma tentativa de fraude na venda de ingressos. Algumas pessoas procuraram o Rio-2016 para informar que haviam recebido telefonemas e e-mails com ofertas de ingressos a preços bem abaixo de tabela, além de “pacotes de hospitalidade” - que, oficialmente, só serão colocados à venda a partir do segundo semestre.
Nesta segunda-feira, Andrada reiterou que as denúncias continuam sendo investigadas. “Nossa equipe de segurança está agindo sigilosamente”, assegurou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.