quinta-feira, 2 de Agosto de 2012 15:15h Luciano Eurides

Ainda resta a esperança ao Bugre divinopolitano

O time de Gian Rodrigues tem de vencer essa e as outras três partidas para manter a esperança de uma classificação. Para o jogador Robertinho é necessário se agarrar a essa ponta de esperança existente.

O Guarani se prepara para mais um compromisso dentro da série D do Campeonato Brasileiro. A partida, em Aracruz, contra o time local. O time de Gian Rodrigues tem de vencer essa e as outras três partidas para manter a esperança de uma classificação.
Para o jogador Robertinho é necessário se agarrar a essa ponta de esperança existente. “Tem essa esperança ainda e temos de agarrá-la. Vamos em busca disso, temos três jogos, vencê-los e ver o que acontece. É bom que a casa deles esteja cheia para dar mais motivação e buscarmos os três pontos. A bola insiste em não entrar, não é falta de trabalho e esperamos que a maré vire para nosso lado”, disse.

 


Na tarde de ontem o Guarani fez o treinamento tático visando finalizações. Os atacantes se posicionavam a frente da área quando nas saídas pelas laterais recebiam o apoio dos meias. Da saída de bola com Balduíno junto ao ala, um dos volantes tinha de se aproximar, os meias se aproximavam da área enquanto os atacantes ficam bem fechados dentro do gol.

 


Também foi exigido os chutes quando na passagem do volante, em vez do lateral. Os zagueiros fizeram trabalho a parte. Eduardo Diniz fez trabalho físico com outro grupo de cinco jogadores, Felipe Cafu, Fredy, Guilherme, Luís Gustavo e Adinan. Os demais participaram com Gian Rodrigues do tático, inclusive os goleiros.

 


A boa notícia fica por conta da recuperação do volante Felipe Cafu. Ele estreou com a camisa do Bugre em partidas oficiais junto com o time no Campeonato Mineiro, teve uma contusão no final da competição estadual e ficou fora por três meses. Já treina no grupo e ainda tem a esperança de fazer pelo menos uma partida dentro da série D. “Estou recuperado, mas não estou 100% na parte física, agora estou entrando nos treinamentos coletivos, tenho esperança de jogar, tento me condicionar e minha vontade é grande, mas tenho de respeitar e voltar aos pouquinhos”, falou.

 


Cafu tem contrato até o final do ano e possivelmente já é um nome para o Campeonato estadual de 2013. “Primeiro tenho de recuperar a parte física, o futebol exige muito isso, é o mais importante no momento, estou com 60%, atingir 100% e depois ter condição de jogar. Estou tranquilo, gosto muito da cidade, me sinto bem em Divinópolis e no Guarani, local muito bom de trabalhar. No futebol as coisas mudam rapidamente, minha vontade é ficar e atingir nosso objetivo que é estar entre os quatro primeiros do Mineiro”, considerou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.