quarta-feira, 23 de Outubro de 2013 09:08h

Alessandro pede o apoio da torcida

Atacante diz que é preciso deixar a desconfiança de lado em busca da vaga no G4

Marcão, Alessandro e Fábio Júnior são opções ofensivas para o técnico Silas

Com o espírito de “mobilização de guerra” pelos seis pontos na Arena Independência, os jogadores estão treinando em ritmo intensivo no CT Lanna Drumond. Nesta terça-feira, o grupo realizou atividades em dois períodos. Pela manhã, os jogadores fizeram um treino físico e, à tarde, o técnico Silas comandou um trabalho técnico, priorizando a posse de bola em espaço reduzido.

Enquanto a comissão técnica aproveita a semana para os treinos específicos os jogadores chamam a torcida para o confronto decisivo da próxima terça-feira, às 21h, na Arena Independência. O atacante Alessandro, um dos ídolos do torcedor americano, pede para que eles deixem a desconfiança de lado e apoiem o time na busca pelo acesso, que está cada vez mais próximo.

“Não se pode ficar focado nisso, de que o time não ganha em casa. Pedimos ao torcedor que compareça e nos incentivem. Não tem que ter desconfiança agora. Entendemos que o torcedor fica chateado pelos últimos resultados. Mas temos uma nova oportunidade de entrar no G4 em casa. Nos, jogadores, não temos que ficar focados nessa história de que não vencemos em casa. Mas, sim, pensar que temos qualidade para vencer aqui”.

VEJA TAMBÉM NA TV COELHO: ENTREVISTA COM O VOLANTE CLAUDINEI

 

• Volante volta aos treinos depois de um mês de tratamento de um estiramente

• Jogador diz que é preciso apenas repetir o futebol que a equipe mostrou nos jogos fora

 

DISPUTA

Alessandro conhece o Independência como ninguém. Por isso, afirma que as diferenças em relação ao estádio antigo para o novo são para melhor e ajudam o time em campo.

“Conheço o Independência. Não podemos levar para a nossa torcida ou colocar em nossa cabeça que o América não vence lá. É que hoje o futebol está muito nivelado, os adversários estudam muito a gente e sabe que, se fecharam lá atrás, podem nos surpreender. Mas com o apoio do torcedor, que deve comparecer para nos ajudar, vamos mudar isso. Às vezes o torcedor pensa que o Paysandu pode ser um jogo mais fácil e não é. Pode ser até mais difícil do que um time que está brigando no G-4. Temos que penar que estamos vindo de bons resultados e estamos muito perto de nosso objetivo”.

Sobre a possibilidade de voltar a ser titular no próximo jogo, Alessandro diz que está trabalhando forte para estar à disposição do treinador. Ele concorre com Fábio Júnior e Marcão à vaga de Nikão, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

"Eu, o Fábio e o Marcão somos profissionais e estamos buscando nosso espaço. Mas tenho certeza que quem o técnico Silas escolher será a melhor opção para o América".

Os jogadores voltam a treinar nesta quarta-feira, mas apenas no período da manhã, a partir das 09:00.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.