sexta-feira, 22 de Agosto de 2014 08:04h Atualizado em 22 de Agosto de 2014 às 08:08h.

Alexandre Kalil solta o verbo

A parcela de torcedores atleticanos que defende a saída de Levir Culpi se decepcionou nesta quarta-feira.

Muitos acreditavam que o presidente, Alexandre Kalil, anunciaria a saída do treinador na entrevista coletiva convocada por ele nesta quarta-feira. Mas não foi o que aconteceu. O mandatário reafirmou seu apoio a Levir e disse que a troca de farpas entre eles já está superada.
Na semana passada, o treinador criticou publicamente o planejamento do clube em 2014 e Kalil rebateu através de sua conta no Twitter. "Vou ter uma conversa particular com Levir. Ele falou na imprensa, então respondi pelo Twitter que temos nariz em pé mesmo. Mas somos amigos e como amigos vamos resolver. Funcionário que guardo raiva eu mando embora. E meu assunto com Levir acabou. Vamos bater papo, tomar uma cerveja e pronto. O Atlético voltou a jogar bem, apesar da porcaria de jogo que fizemos ontem [contra o Flamengo]. Estávamos jogando mal desde Marrocos. Ontem jogamos muito desfalcados”, comentou.
Sobre o desempenho do Atlético em campo, Kalil diverge daqueles que acham que a temporada 2014 tem sido muito abaixo das expectativas. “Tem uns babacas que falam aí que jogamos o ano fora. Não jogamos nada fora não. Já empurramos a Recopa para dentro, perdemos um Mineiro roubado e por incompetência do presidente, que não era candidato a nada, perdemos uma Libertadores”, disse.
Por fim, o presidente ainda acredita que o Galo brigará por títulos em 2014, desde que haja uma mobilização entre jogadores, diretoria, comissão técnica e torcida. “Temos um Campeonato Brasileiro, que nós temos que ter ambição nele e foco. Temos um dinheiro bloqueado que eu tenho que trabalhar para tirar. Temos uma Copa do Brasil inteira para ganhar ainda. Já ganhamos uma Copa do Brasil sub-17 que ninguém dá valor, mas eu dou muito valor, porque aquilo é um tesouro que temos lá dentro do CT. E já ganhamos uma Recopa. Então é o seguinte, nós temos que focar”, pediu Alexandre Kalil.

 

 

 

 

 

Salários atrasados
Sobre a situação financeira, o dirigente admitiu que o momento é complicado e que o clube convive hoje com dois meses de salários atrasados. Um deles, segundo Kalil, deve ser quitado nos próximos dias. “Já resolvemos um mês, mais meio direito de imagem. Estamos acertando tudo. A saúde do futebol brasileiro é muito ruim. Um problema inerente de futebol brasileiro. Sei de um clube do futebol mineiro que não está pagando carne, pode estar pagando salário, mas não carne. E o nosso fornecedor é o mesmo”, explicou.

 

 

 

 

 

Derrota
O Atlético desperdiçou mais uma vez a chance de encostar no G-4. Pagando o preço pelos vários erros na etapa final, o time alvinegro acabou perdendo por 2 a 1, de virada, para o Flamengo, nesta quarta-feira, no Maracanã, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Maicosuel abriu o placar para o Galo no primeiro tempo, mas Léo Moura, de pênalti, e Eduardo da Silva viraram para o rubro-negro na etapa complementar.
Assim como aconteceu na partida contra o Figueirense, no último final de semana, o time saiu na frente, abdicou do ataque e deixou a vitória escapar pelos dedos. Além de não atacar enquanto estava vencendo, a equipe alvinegra passou a errar vários passes, não conseguindo encaixar os contra-ataques.
Com o resultado, o Atlético voltou a se distanciar do G-4 e caiu para a oitava colocação, com 23 pontos. Já o Flamengo foi a 19 e subiu para o 13º lugar, se distanciando da zona de rebaixamento.
No próximo sábado, o Atlético recebe o Internacional, às 18h30, no Independência. Já o Flamengo vai até Santa Catarina no domingo para enfrentar o Criciúma, no Heriberto Hülse.

 

 

 

 

Ingressos
Precisando do apoio da torcida para encher o Independência, o Atlético reduziu o preço dos ingressos para a partida contra o Internacional, neste sábado, às 18h30, válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.
A partir desta quinta-feira, os bilhetes passaram a ser comercializados por R$ 10, R$ 15, R$ 20, R$ 30 e R$ 100. O clube informa que os torcedores que compraram ingressos antes da promoção poderão ir aos postos de venda até esta sexta-feira para receber de volta o valor da diferença.
Além de baixar o preço para o público geral, o Atlético concedeu uma entrada de cortesia para os sócios. Quem possui o Galo na Veia Prata e comprou ingressos no dia da venda exclusiva, na terça-feira, ganhará mais um bilhete correspondente ao setor adquirido – é necessário apresentar o ingresso adquirido, o cartão de sócio e documento com foto. Os ingressos devem ser retirados na Central de Atendimento Galo na Veia, na Loja do Galo de Lourdes, até as 18h de sexta-feira.
Já quem é associado Galo na Veia Preto poderá retirar um ingresso de cortesia (Portão 2) para a partida contra o Internacional. A retirada deve ser feita na bilheteria na sede do clube, em Lourdes, até as 20h desta sexta-feira.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.