sexta-feira, 22 de Julho de 2011 11:46h Luciano Eurides

América aposta na juventude e no 3-5-2

Em ritmo intenso, o técnico Antônio Lopes comandou no CT LannaDrumond, mais um treino coletivo. O treinador, que havia experimentado oito atletas no treino da manhã na equipe titular, testou também o meia Caleb, revelação do América na Copa São Paulo de Futebol Júnior. O meia entrou no lugar de Rodriguinho, na segunda parte do treino.


Apesar das mudanças, Antônio Lopes ainda não confirmou a equipe que enfrenta o Figueirense, sábado, às 18:30, na Arena do Jacaré. Porém, adiantou que a equipe titular deverá ser parecida com a que vem treinando. “Às vezes pensamos uma coisa na teoria e na prática não dá certo. Temos mais dois treinamentos para definir a equipe, mas a base e o a maneira de jogar será essa” , frisou.
 

Lopes confirmou que vai utilizar o esquema com três zagueiros - 3-5-2. Ele acredita a formação dará mais consistência defensiva e força ofensiva.  “Mudamos o esquema tático e fizemos a substituição de vários jogadores para encontrar atletas que possam atender melhor à nossa exigência tática. Vamos jogar com três zagueiros e dois volantes, para minimizar o problema dos gols tomados. Treinamos bem na parte da manhã e senti que a defesa ficou mais sólida com esta nova formatação”, afirmou o treinador.

 

REFORÇOS


Antônio Lopes disse que se reuniu, na segunda-feira, com a diretoria do América para discutir possíveis reforços. Lopes forneceu uma lista de nomes para avaliação dos dirigentes. “Já passei vários nomes de reforços para determinadas posições carentes de nosso elenco. A diretoria está trabalhando,pois são jogadores difíceis de se contratar”.
 

O treinador ressaltou que os jogadores “pedidos” são de atletas assumirem a titularidade. “Temos que contratar atleta sabendo que ele vai resolver nosso problema. Não adianta vir um jogador qualquer, apenas para compor o grupo”, frisou.

 

CHINA


O volante China, revelado na categoria de base do clube, está na expectativa de começar pela primeira vez como titular. Ele conta que o técnico Antonio Lopes pediu bastante determinação e entrega em campo, para a equipe sair desta situação complicada no Brasileiro. “Ele nos pediu muita determinação, força e garra nas partidas. Ele também falou que nós precisamos conversar muito dentro de campo, para acertar alguns detalhes e evitar erros”.


China garante estar preparado para o novo desafio, caso seja escalado pelo treinador. “O professor fez essas mudanças conforme nosso treinamento. Se eu tiver a oportunidade de jogar, espero agarrar com toda força possível”.
 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.